Discografia Básica/Música/Rock

O marco inicial do punk rock

O mundo da música começaria uma das suas grandes mudanças no dia 23 de abril de 1976. Há exatos 40 anos, o primeiro álbum dos Ramones chegava às lojas para mudar um cenário desgastado do rock atolado em pop açucarado ou os chatos progressivos.

Jeffrey Ross Hyman, John William Cummings, Douglas Glenn Colvin e Tamás Erdélyi eram quatro pessoas completamente diferentes, mas tinham em comum o fato de gostarem de rock e não se identificarem com o que havia na cena musical da época, marcada por músicos virtuosos cada vez mais distantes do homem comum.

E foi sentindo falta de ouvir música alta para estravasar que os quatro rapazes decidiram montar a banda. O nome Ramones veio com Douglas, conhecido como Dee Dee, que adotou o sobrenome como homenagem a um pseudônimo que Paul McCartney usava nos tempos em que os Beatles ainda se apresentavam como Silver Beetles. Jeffrey e John gostaram e se tornaram Joey Ramone e Johnny Ramone. Tamás, que era empresário da banda, foi convencido a assumir as baquetas e virou Tommy Ramone.

Em 1975, o quarteto se apresentava com frequência no clube CBGB, em Nova York, e cativou um público que conseguiu fazer com que os Ramones assinassem um contrato com uma gravadora. O magnetismo e a imagem do grupo impressionavam. Eles se apresentavam sempre de calças jeans rasgadas, cabelos compridos, óculos escuros e jaquetas de couro.

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Musicalmente, a regra era a unidade. Guitarra, baixo e bateria soavam como se fossem uma coisa só. Dee Dee gritava “one, two, three, four” e vinha o som forte que começava quase da mesma maneira que acabava, meio rude.  Foram gravar o primeiro disco com letras que falavam sobre tudo, desde nazismo, com “blietzkrieg Bop” até prostituição masculina, com “53rd and 3rd”.

E muitas das canções do álbum de estreia dos Ramones se tornaram clássicos dos bons sons. E levaram o grupo a fazer turnês pela Europa, onde se apresentaram para outros que formariam a cena punk no velho continente. E mudou a história da música, trazendo a simplicidade de volta com um pouco de raiva.

Reprodução

Reprodução

Mas os 29 minutos que as 14 faixas do álbum Ramones levaram a uma nova percepção da música. E de que o tesão em fazer um som é mais importante do que a técnica em si.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s