Copa do Mundo/Futebol/Latinoamericano/Seleções

Brasil joga mal mais uma vez, mas Dunga continua no comando

O goleiro Alison e o lateral Daniel Alves salvaram o Brasil de uma derrota no Defensores del Chaco. Sim, o Paraguai entrou em campo confiante em uma vitória sobre a seleção brasileira. Como nunca antes visto na história das Eliminatórias. E o que se viu em campo não foi apenas um time confiante. Mas um time organizado, com vontade e que sabia das deficiências do adversário. E eram muitas, como têm sido há tempos. A principal delas era o meio campo com Fernandinho e Luis Gustavo, dois volantes que o técnico Dunga ama, mas que pouco acrescentam à qualquer equipe. Limitada tecnicamente, a dupla de pitbulls tem a missão de proteger a defesa, mas nem isso fazem direito. O bombardeio começou cedo e Alison fez grandes defesas. Mas a água tanto bateu que furou a pedra. E a defesa brasileira ficou olhando Lezcano encher o pé para abrir o placar. No ataque, o Brasil teve dificuldades também. Sem Neymar, mais uma vez suspenso de um jogo decisivo para o Brasil, a seleção contou com Ricardo Oliveira, Douglas Costa, Willian e Renato Augusto. Mas o quarteto não esteve inspirado. Ricardo Oliveira ainda teve duas chances no primeiro tempo: uma parou na trave e outra foi para fora.

A falta de padrão tático no Brasil já virou piada velha. No segundo tempo, Benítez encontrou todo espaço do mundo após mais uma lambança na marcação canarinho e ampliou. Na base do desespero, o Brasil partiu para o abafa. Dunga abriu mão de seus cães de guarda e colocou Lucas Lima e Hulk. Dos pés de Hulk saiu a bomba que deu rebote a Ricardo Oliveira para tirar o zero do placar do Brasil. Nos minutos finais, Daniel Alves invadiu a área e bateu colocado, garantindo o empate para o Brasil, que caiu do terceiro para o sexto lugar nas Eliminatórias da Copa do Mundo da Rússia.

brasil efe

Time em bloco e compacto só na hora de comemorar o gol. Problemas táticos deixam Brasil espaçado em empate suado. Foto: EFE

Até setembro, quando o Brasil enfrenta o Equador, Dunga e sua comissão terão muito trabalho pela frente. A Copa América pode servir como base para treinar o time, dar entrosamento e aperfeiçoar o esquema tático. Mas existe a possibilidade de Dunga mesclar a equipe principal com jovens que vão disputar a Olimpíada do Rio e aí, as duas seleções, a principal e a olímpica, podem ter mais problemas do que soluções. Independentemente de quem for convocado, Dunga precisa se acertar com Neymar. O jogador, que tem se destacado no Barcelona ao lado de Messi e Suárez, não é nem sombra de craque na Seleção. Joga com displicência, sempre nervoso, mais preocupado em brigar com os adversários do que jogar bola. Talvez Neymar não tenha aguentado a responsabilidade de ser o capitão do Brasil. Talvez Dunga tenha exigido de seu comandado que fosse um capitão viril como fora o próprio Dunga em seu tempo de atleta. Talvez Neymar esteja bravo por jogar fora de sua posição. Todas as hipóteses são factíveis, mas seja lá o que esteja por trás do mau futebol de Neymar e do Brasil, precisa ser mudado. Inclusive Dunga, que não tem o devido preparo e competência para treinar a seleção brasileira. Mas a seleção hoje é reflexo da CBF, uma entidade sem comando, sem caráter, que não representa o verdadeiro futebol brasileiro e não tem a menor ligação com a torcida. O Brasil teve a chance de promover uma grande revolução após o fiasco na última Copa, mas não quis trazer Guardiola. Abriu mão de dar chance à Tite, recém-chegado de seu sabático, com novos conceitos táticos e técnicos e muita vontade de trabalhar. O Brasil escolheu Dunga, que além da própria Seleção, só treinou o Internacional e sem muito sucesso. Agora aguenta a empáfia e arrogância do capitão do tetra.

dunga

Dunga segue à frente da Seleção Brasileira, mas a pressão está aumentando. Foto: Globoesporte.com

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s