Brasileiro/Futebol/Latinoamericano

Ganso dá sinais de vida e São Paulo volta a acreditar na Libertadores

O talento de Ganso é indiscutível. Desde que surgiu para o cenário nacional brilhando ao lado de Neymar no Santos, o meia é exaltado por sua técnica, visão de jogo e a capacidade de deixar os companheiros na cara do gol. Proporcional à qualidade do futebol de Ganso está a falta de uma sequência de grandes partidas como protagonista, principalmente a partir do momento que trocou a Vila Belmiro pelo Morumbi. Este ano o técnico Edgardo Bauza, El Patón, assumiu o comando do São Paulo com a missão de fazer do camisa 10 o meia que todos esperam, inclusive voltando a brilhar pela Seleção Brasileira. E pelo menos nos últimos jogos do Tricolor, Ganso assumiu a responsabilidade, marcando gols importantes. Nesta quinta-feira, 10, Paulo Henrique Ganso ditou o ritmo da equipe, que fez uma de suas melhores apresentações no ano, no empate por 1 a 1 contra o River Plate, em pleno Monumental de Nuñes.

Ganso abre o placar e comanda o São Paulo. Foto: Olé

Passada a pressão inicial dos donos da casa, com bola na trave e exigindo boas defesas de Denis, o São Paulo conseguiu abrir o placar em uma chicotada de Ganso após rebote da zaga. O meia estava ligado, com vontade de bola. Fez boas jogadas e cansou de servir Calleri e outros companheiros. Mas o time brasileiro, prejudicado pela arbitragem que deixou de marcar faltas da defesa argentina, viu o River empatar em um lance bizarro do goleiro Denis, que espalmou nas costas de Thiago Mendes e foi encoberto.

Denis fez boas defesas, mas se atrapalhou no lance que terminou em gol do River. Foto: Olé

O duelo continuou equilibrado até o fim, mas os jogadores e o técnico Patón comemoraram o ponto conquistado fora de casa, lembrando que uma derrota praticamente acabaria com as chances de classificação do São Paulo ao mata-mata da Liberta. A postura apresentada em Buenos Aires deve ser a postura do time daqui para frente. Se o time confirmar o favoritismo e somar 6 pontos nos próximos dois confrontos contra o Trujillanos, assumirá o segundo lugar no Grupo 1, independentemente dos resultados dos duelos entre River e The Strongest.

Ganso terá mais uma vez papel fundamental na corrida sãopaulina. E quando o camisa 10 quer, já mostrou que desequilibra. Vamos ver como estará o apetite dele nas próximas rodadas…

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s