Brasileiro/Futebol

Quando o óbvio voltou a ficar evidente

12 de junho de 1993 amanheceu acabrunhado e cinzento. Bem preguiçoso, com a expressão fechada, surrada pelo sono, e movimentos marrentos típicos de quem não quer acordar num domingo cinzento. Lei máxima do mínimo esforço. Também, qual cidadão em sã consciência despertaria retumbante em um dia tão trivial e monótono?

12 de junho de 1993, no entanto, estava longe de ser mais uma data medíocre. O cenário macambúzio nada mais era do que o prenúncio dos sábios que bradam, com a etérea propriedade dos Escolhidos, que a noite sempre fica mais densa antes de a aurora mais acachapante surgir frente os crédulos.

12 de junho de 1993 era, na verdade, ‘A’ epifania, implorando para ser compreendida. Pessimistas, fustigados, calejados e a majoritária horda Alviverde insistia em não deixar a negrume (talvez Alvinegra?) sensação tétrica para abraçar de novo o óbvio que nunca abandonou os corações Esmeraldinos. Apesar de ter sido re(l)negado após anos caluniosos.

12 de junho de 1993 não foi o dia em que o palmeirense se libertou. Nunca existiram grilhões de pesar ou correntes lamuriosas à espera de algo que nunca ocorreu. Bastava olhar a história indômita, forjada por homens de honra dentre e fora de campo. O campeão do século XX já existia, apenas decidiu abandonar o ócio.

12 de junho de 1993 deveria agradecer a Sociedade Esportiva Palmeiras. Pelo o que aconteceu no Estádio Cícero Pompeu de Toledo, este dia específico da história abandonou a estigma de ser um agente autômato que sempre retrata a mesma lembrança ano após ano, tornando-se vítima da própria essência que o representa.

12 de junho de 1993 não é mais um ordinário Dia dos Namorados. A partir do momento em que o jejum terminou, 12 de junho de 1993 deixou evidente, de uma vez por todas, de que o Palmeiras não voltou a ser grande. Ele só lembrou o quanto é GIGANTE.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s