Futebol/Latinoamericano

O incrível Guaraní

Dos oito sobreviventes na Libertadores 2015, um podia ser chamado de patinho feio: o Guaraní do Paraguai. Sem muita tradição internacional, vindo de um centro futebolístico enfraquecido nos últimos anos, poucos apostavam nos aborígenes nas quartas de final da Libertadores. Mas os olhos do continente se voltaram aos aurinegros paraguaios após eliminar o Corinthians com autoridade e duas vitórias, tanto em casa como em Itaquera. Nas quartas, um velho conhecido. O Racing, da Argentina, enfrentou o Guaraní na fase de grupos. Em fevereiro, os argentinos venceram por 4 a 1. Em abril, os paraguaios ganharam por 2 a 0. A goleada sofrida na estreia foi a única derrota do Guaraní na Libertadores até agora. E o conhecimento prévio deu o tom na partida disputada em Assunção nesta quinta-feira (21). Diante de um ataque formado pelo artilheiro da Libertadores, Gustavo Bou, e pelo grande Diego Milito, o Guaraní buscou o jogo, mas com calma e cautela para não sofrer com contra-ataques. Com o tempo passando, os aborígenes foram controlando mais o jogo e, aos poucos, chegando mais próximo da área de La Academia. Criou boas chances com De La Cruz e Palau, aos 26 e 33 minutos do segundo tempo. E o gol que estava amadurecendo nasceu aos 39, quando Benítez chutou da entrada da área, no canto direito de Saja. Um resultado justo para quem buscou a vitória na maior parte do tempo.

Foto: David Quiroga/ABC

Foto: David Quiroga/ABC

Aliás, Benítez é o único jogador que pode ir para a final da Libertadores pelo segundo ano seguido. Ele estava no elenco do Nacional do Paraguai que perdeu a decisão para o San Lorenzo em 2014. E, por jogar com inteligência e conhecimento das próprias limitações, já não é mais possível duvidar deste Guaraní. O Racing terá trabalho para vencer por dois gols de diferença na semana que vem. Caso vença por apenas 1 a 0, a decisão vai para os pênaltis. Se a vitória de La Academia por um gol for por qualquer outro placar, passa o Guaraní, assim como com um empate.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s