Brasileiro/Futebol/Latinoamericano

Brasileiros e Argentinos dominam oitavas da Copa Libertadores

A luta pelo título da Libertadores deste ano promete. Passada a fase de grupos, as oitavas de final penerou cinco times brasileiros, quatro argentinos, dois colombianos, um uruguaio, um paraguaio, um equatoriano, um boliviano e um mexicano.

O Boca Juniors, com a melhor campanha da história da primeira fase, terá pela frente o rival River Plate, decidindo a vaga em La Bombonera. Pelo futebol apresentado até agora, os Xeneizes, que continuam invictos na temporada, contando também o Campeonato Argentino, levam o favoritismo para avançar na Libertadores, mas a tradição do “Superclásico” equilibra o duelo. Quem sobreviver ao confronto, pegará nas quartas o vencedor do duelo entre Cruzeiro e São Paulo.

O atual bicampeão brasileiro começou a competição oscilando, mas se recuperou e terminou na liderança do Grupo 3. Já o São Paulo, conseguiu a classificação na última rodada do Grupo 2 (o da morte), depois da vitória contra o Corinthians e da derrota do San Lorenzo diante do Danúbio. Historicamente, mineiros e paulistas fizeram grandes duelos e o torcedor tricolor lembra com esperança de grandes goleadas aplicadas em pleno Mineirão.

O Corinthians, apesar da derrota no Majestoso, teoricamente, se deu melhor no chaveamento, já que vai enfrentar o Guarani do Paraguai, um time que não tem nenhuma expressão continental. Tite e seus comandados comemoram apenas o fato de terem quase duas semanas de preparação para o primeiro jogo, fora de casa. O tempo livre será fundamental para os preparadores físicos e fisiologistas recuperarem o grupo todo, além de o próprio Tite poder treinar e devolver ao time o estilo de jogo que encantou no começo da temporada, com grandes apresentações. Se confirmar o favoritismo, o Timão pegará provavelmente o Racing – forte time argentino comandado pelo experiente Diego Milito, que não deve ter muitas dificuldades contra o Montevidéu Wanderers.

Na outra ponta da chave, o Internacional chega com moral para o mata-mata. O time comandado por Diego Aguirre ganhou corpo no decorrer do torneio e evoluiu bastante. O elenco colorado é forte e o time conta com a força do Beira-Rio para decidir a vaga contra o Atlético Mineiro. O Galo conseguiu a vaga na última rodada, graças ao saldo de gols. O atacante Lucas Pratto, melhor contratação do ano no futebol brasileiro, tem feito a diferença e a disputa entre os times daqui promete ser bem equilibrada.

Equilíbrio também deve ser a marca do duelo entre o Santa Fé e o Estudiantes. Os times tiveram campanhas parecidas: enquanto os colombianos fizeram 12 pontos e terminaram na liderança do Grupo 1, os argentinos somaram 10 pontos e ficaram em segundo no Grupo 7.

O Tigres, que fez 14 pontos, o dobro do River Plate no Grupo 6, é o favorito no confronto contra o Universitario Sucre, mesmo tendo de enfrentar a altitude na Bolívia. E o adversário dos mexicanos sai do duelo entre Atlético Nacional e Emelec.

Muita emoção está reservada para o mata-mata. Façam suas apostas!!!

 

libertadores oitavas

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s