Brasileiro/Futebol

Com ‘velha-guarda’ em alta, Santos vai bem em outro clássico e anima torcida alvinegra

Desde o final do ano passado, o Santos era visto como a quarta força do futebol paulista. Com nova diretoria, crise financeira, jogadores ameaçando sair do clube por conta de atrasos nos salários…Eram ingredientes que poderiam muito bem atrapalhar a qualidade do time dentro das quatro linhas.

E como o futebol é totalmente imprevisível, o Santos hoje tem a melhor campanha geral do Paulista e, de sobra, está 13 pontos à frente do segundo colocado de seu grupo. De bandeja, ainda ostenta a posição de ser o único time da Série A do Brasileirão a ainda não ter perdido nenhuma partida em 2015, nem meros amistosos. Em nove jogos, são sete vitórias e dois empates.

Ainda vale a ressalva de que, há alguns dias, o treinador Enderson Moreira foi demitido do cargo, após comprar uma briga boba com os meninos da base. O trabalho que vinha sendo feito era satisfatório, apesar de Enderson nunca ter sido unanimidade pelos lados de Vila Belmiro. Mas, os auxiliares Marcelo Fernandes e Chulapa foram inteligentes ao manter o que já vinha sendo feito desde a pré-temporada, e depois da vitória do clássico de ontem, contra o Palmeiras, segue firme na busca do título paulista.

O jogo começou atípico. Todos esperavam um abafa santista logo no início de jogo, mas justamente o contrário aconteceu. Os dez primeiros minutos foram alviverdes, tanto é que logo aos sete minutos, após sequência de quatro escanteios, Robinho (o genérico) colocou a bola na cabeça do zagueiro Vítor Hugo abrir o placar na Vila Belmiro, testada firme no canto esquerdo de Vanderlei.

santos-x-palmeiras---gol-vitor-hugo_marcos-riboli

Vitor Hugo cumprimenta Arouca, após marcar o gol que inaugurou o placar na Vila Belmiro. Foto: Marcos Riboli/globoesporte.com

Parece que o gol acordou o time santista e, também, Robinho (o original). Aos 12, o craque santista foi pra cima da marcação de Gabriel e meteu uma caneta no volante palmeirense, relembrando os velhos e saudosos tempos de futsal, depois, na conclusão da jogada Robinho falhou na finalização. A partir daí, só deu Santos.

Aos 18, Geuvânio obrigou Fernando Prass fazer ótima defesa. Dois minutos depois, foi a vez de Lucas Lima testar o goleiro palmeirense, com um ótimo chute/cruzamento da direta.

Aos 27, o lateral direito improvisado na esquerda, Victor Ferraz livre na meia serviu Ricardo Oliveira no bico da grande área que cruzou, por baixo, para a surpreendente infiltração de Renato empurrando a bola para o fundo das redes. Empate na Vila e, de fato, era o resultado mais justo até o momento.

Aos 29, Robinho após ótimo passe de Victor Ferraz, pelo lado esquerdo da entrada da área, carimbou o pé da trave de Fernando Prass, lance consciente. A bola, por aqueles caprichos do futebol, não entrou.

Para se ter ideia do domínio do Peixe, além das chances de gols, a posse de bola, em determinado momento, chegou a 60%.

O intervalo veio e a virada se tornou questão de tempo. Logo aos dois minutos, Robinho avançou pela ala esquerda e serviu Ricardo Oliveira no bico da pequena área finalizar fraco para fora. Aos 5 minutos, Lucas Lima cobrou falta frontal e Fernando Prass assustou a torcida alviverde após bater roupa, numa bola relativamente fácil.

Aos 16, Lucas Lima, um dos destaques do jogo, clareou a bola para esquerda com Renato, que serviu Robinho mais a frente. O camisa sete santista cruzou para Ricardo Oliveira dentro da área, que ganhou na dividida com o zagueiro palmeirense e, na sobra, encobriu com técnica apurada o goleiro Fernando Prass. Um golaço, uma pintura.

Ricardo Oliveira coroou sua atuação de gala contra o Palmeiras com um verdadeiro golaço. Foto: Getty Images

A partir daí o Santos cozinhou o jogo, sobretudo, após a entrada de Elano na vaga do melhor em campo Ricardo Oliveira. O meio campista veterano ajudou na marcação e ajudou a preencher espaços no meio de campo, destruindo qualquer possibilidade de empate do time palmeirense.

O Palmeiras, mesmo após a subida de Zé Roberto para o meio campo e a entrada de Gabriel Jesus, nova promessa, não assustou e seguiu inerte para sua terceira derrota no campeonato. Terceira derrota, inclusive, para times da Série A do Brasileirão (Ponte Preta, Corinthians e Santos), fato que pode ser preocupante para a cabeça, especialmente, da empolgada torcida palmeirense.

O nome do jogo, obviamente foi Ricardo Oliveira de novo, como já havia sido contra o Botafogo, na rodada anterior, fora de casa, oportunidade da qual marcou duas vezes.

De fato, a ‘velha-guarda’ santista está dando conta do recado. Resta saber se o fôlego dos trintões se sustentará até o final da temporada.

Em tempo, Gabigol entrou na metade da segunda etapa, na vaga de Geuvânio e está aquém de ser aquela grande promessa que, nós santistas, tanto esperamos.

Será que, no fim, o Enderson estava certo? Estão supervalorizando o menino? Espero que não, de verdade.

Confira os melhores momentos do clássico:

Ficha Técnica

SANTOS 2 X 1 PALMEIRAS

Local: Estádio Vila Belmiro, em Santos (SP)
Data: 11 de março de 2015, quarta-feira
Horário: 22 horas (de Brasília)
Público: 11.416 pagantes
Renda: R$ 360.960,00
Árbitro: Thiago Duarte Peixoto (SP)
Assistentes: Danilo Ricardo Simon Manis e Luis Alexandre Nilsen (ambos de SP)
Cartões amarelos: Geuvânio, Ricardo Oliveira, Valência, Lucas Lima e David Braz (Santos); Arouca e Dudu (Palmeiras)
GOLS:
SANTOS: Renato, aos 27 minutos do primeiro tempo; Ricardo Oliveira, aos 16 minutos do segundo tempo
PALMEIRAS: Vitor Hugo, aos sete minutos do primeiro tempo

SANTOS: Vanderlei; Cicinho, Werley, David Braz e Victor Ferraz, Valencia, Renato e Lucas Lima; Geuvânio (Gabriel), Robinho (Thiago Ribeiro) e Ricardo Oliveira (Elano)
Técnico: Marcelo Fernandes

PALMEIRAS: Fernando Prass; Lucas, Tobio, Vitor Hugo e Zé Roberto; Gabriel e Arouca; Allione (João Paulo), Robinho (Gabriel Jesus) e Dudu; Cristaldo (Leandro Pereira)
Técnico: Oswaldo de Oliveira

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s