Brasileiro/Futebol

Danilo, de novo, e Cássio garantem mais uma vitória do Corinthians em Majestoso

A segunda vitória do Corinthians sobre o São Paulo em 2015 reforçou o que todos os fãs de futebol dizem há algum tempo: a organização tática do time de Tite e a entrega dos jogadores têm sido fundamentais para a excelente campanha do Timão na temporada. Danilo marcou o seu sexto gol pelo Corinthians contra o rival e ex-clube e Cássio fez grandes defesas, inclusive numa cobrança de pênalti de Rogério Ceni, garantido o triunfo alvinegro por 1 a 0, mesmo jogando boa parte do segundo tempo com um homem a menos.

Danilo comemora mais um gol decisivo em clássicos. Foto Ari Ferreira/Lance!

 

Claro que a base do time é a mesma comandada por Mano Menezes no ano passado, o que facilita o entrosamento. Mas a dinâmica em campo no time atual é completamente diferente. A compactação entre os setores é exemplar e a movimentação, constante. Elias, Danilo, Jadson e Émerson trocavam de posição, tabelavam e confundiam a marcação. Guerrero também contribuiu para o sucesso do esquema, já que não fica fixo na área. Numa das vezes que abriu pela lateral, fez a jogada para Danilo chutar de primeira, de direita, e fuzilar o gol de Ceni. O gol na metade do primeiro tempo colocou ainda mais pressão no adversário, que não vence um Majestoso no Morumbi há oito anos. E mesmo com Centurión deitando e rolando nas costas de Fágner, que não é um bom marcador, a frieza e o equilíbrio dos comandados de Tite não se abalavam.

Na comparação com o primeiro Majestoso, pela Libertadores, há de se admitir que o São Paulo evoluiu. Mas isso não pode servir de consolo para um time que tem como objetivo voltar às grandes conquistas. Até porque o próprio Muricy Ramalho admitiu que seria impossível o time repetir o péssimo desempenho do clássico anterior.

Michel Bastos iniciou no meio de campo e depois foi deslocado para a lateral, quando o fraco Reinaldo (o gol do Corinthians nasceu de um lateral nas suas costas) acusou o golpe. Centurión começou tímido, mas foi crescendo durante o jogo e criou as principais jogadas ofensivas do Tricolor, sempre pela esquerda. Numa delas, obrigou Cássio a se esticar todo para evitar o gol. No segundo tempo o argentino estava mais solto e se movimentou por todo o campo. Pena que os companheiros não estavam tão ligados.

Ganso só apareceu no clássico quando foi irônico com o juiz. Foto: Marcos Ribolli/Globoesporte.com

 

Luís Fabiano e PH Ganso eram duas caricaturas em campo. O primeiro reclamava com a arbitragem a cada lance. O segundo, mais uma vez, se omitiu ao não assumir a responsabilidade de comandar o meio de campo. Sem criatividade, jogou quase como um volante recuado e não acertava os passes e lançamentos. O camisa 10 aindda se envolveu em briga com Gil e escapou de ser expulso ao aplaudir o juiz que acabara de dar um amarelo para cada lado.

Gil, amarelado no bate-boca com Ganso, acabou levando o vermelho no segundo tempo, quando usou o braço para proteger o rosto e acabou cortando a bola com o  braço. O bandeirinha chamou o juiz e denunciou que a infração havia sido dentro da área. Ceni se posicionou para cobrar. Seria a chance do empate e de pressionar o adversário em desvantagem numérica para a virada. Mas Cássio esperou até o último segundo, pulou no canto certo e defendeu com a perna. A bola ainda explodiu no travessão, mas não entou.

casssioPaulo-Corinthians-Cassio-Marcos-Bezerra_LANIMA20150308_0050_24

Muricy tentou de tudo, colocou Kardec, Cafu, sem sucesso. O Corinthians, pela terceira vez no ano (já havia perdido jogadores expulsos no primeiro duelo contra o Once Caldas pela Libertadores e no Dérbi contra o Palmeiras), segurou a pressão. E quase Cristian ampliou após uma arrancada, no fim do jogo. Mesmo com o forte desgaste físico, a compactação e a disciplina tática deram resultado. Tite e sua comissão estão colhendo os frutos de um trabalho duro na pré-temporada e de treinamentos com muita intensidade. É claro que uma hora o time, invicto há 13 jogos, vai perder e oscilar. Mas o treinador e o grupo estão preparados para superar as dificuldades.

Anúncios

Um pensamento sobre “Danilo, de novo, e Cássio garantem mais uma vitória do Corinthians em Majestoso

  1. Pingback: Muricy Ramalho sofre por não conseguir incendiar o São Paulo | Fut 'n' Roll

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s