Basquete/NBA

Força do grupo do Atlanta Hawks faz time ganhar apelido de “Spurs do Leste”

O melhor time da temporada da NBA na atualidade é o Atlanta Hawks. Com uma campanha de 80% de aproveitamento (48 vitórias e apenas 12 derrotas), a equipe vem disputando o status de principal time da liga norte-americana jogo a jogo com o Golden State Warriors, que tem 46 vitórias e 12 derrotas na liderança do Oeste, e há tempos é apontada como uma das favoritas ao título deste ano. Assim como os Warriors, os Hawks já deixaram de ser uma surpresa e passaram a ser uma realidade.

Jogadores do Atlanta Hawks assimilaram bem o conceito de jogar em equipe e lideram a Conferência Leste da NBA. Foto: Getty Images

 

Com bons jogadores na equipe, como o habilidoso armador Jeff Teague, o preciso Kyle Krover do perímetro e os voluntariosos Paul Millsap e Al Horford, mas nenhum dele é fora de série. Sem um craque, o técnico Mike Budenholzer tem apostado em uma receita simples e que já rendeu muitos títulos a outros treinadores da NBA: a força do grupo.

teague

Phil Jackson, por exemplo, em seu livro Eleven Rings (Os Onze Anéis), narra com precisão a arte de potencializar as qualidades de um grupo quando o interesse principal é o conjunto, e não as individualidades. Foi assim nos Knicks onde Jackson conquistou dois títulos como jogador na década de 1970, na era dourada do Chicago Bulls de Michael Jordan e Cia, e na série de títulos que comandou o Los Angeles Lakers de Kobe Bryant. Mesmo tendo astros como Jordan e Bryant, Phil Jackson sempre deixou claro que nunca quis censurar a genealidade da dupla, mas que montou equipes extremamente competitivas quando as estrelas entenderam a importância de jogar para a equipe, e não para ser o único cestinha dos jogos.

Mike Budenholzer é o responsável pela montagem do time-sensação da NBA. Foto: Getty Images

 

Voltando ao Atlanta Hawks de hoje. Budenholzer vem realizando um trabalho a longo prazo na tentativa de montar um grupo sólido, competitivo, solidário e de muita movimentação. Aí entra a grande influência na carreira do treinador: Gregg Popovich. “Coach Pop”, como é conhecido, dirige o San Antonio Spurs desde 1996 e hoje é o técnico que está há mais tempo à frente do mesmo time. Conquistou cinco títulos da NBA com a equipe (1999, 2003, 2005, 2007 e 2014).

Pelo San Antonio Spurs, Budenholzer ganhou quatro títulos ao lado de Gregg Popovich e aprendeu tudo sobre tática. Foto: Getty Images

 

Budenholzer foi sido assistente de Pop ente 1996 e 2013 e conhece como poucos as práticas de treinamento, posicionamento do time e jogadas de alta rotação em quadra que têm sido adotadas pelos Spurs há quase 20 anos. E não tem vergonha de assumir que tem repetido na Geórgia as mesmas táticas aprendidas no Texas. Não à toa, o Atlanta Hawks tem sido chamado pela imprensa de “Spurs do Leste”. Se o Atlanta vai ser o campeão da NBA nesta temporada ninguém sabe,  até porque as características dos playoffs são diferentes, com jogos mais pegados, e a reação do time à esse tipo de pressão é imprevisível. Mas que a equipe vem fazendo um trabalho digno dos grandes times da história, isso não há dúvida. Aguardemos o mata-mata…

Anúncios

Um pensamento sobre “Força do grupo do Atlanta Hawks faz time ganhar apelido de “Spurs do Leste”

  1. Pingback: Playoffs da NBA prometem em emoção | Fut 'n' Roll

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s