Basquete/NBA

O efeito Steve Kerr na maravilhosa fase do Golden State

O Golden State Warriors vem se consolidando como um dos fortes candidatos ao título da NBA nesta temporada. Com uma campanha irretocável de 18 vitórias e apenas 2 derrotas, e uma sequência absurda de 13 vitórias (a última conquistada nesta segunda-feira contra o Minessota Timberwolves por 102 a 86), o time lidera a Conferência Oeste com 90% de aproveitamento, sem tomar conhecimento dos adversários.

Foto: Getty Images

 

O principal nome dos Warriors dentro das quadras é o armador Stephen Curry, líder em pontuação e assistências. Aos 26 anos e com 5 temporadas na liga americana, Curry assumiu a condição de principal estrela da equipe, com a responsabilidade de reconduzir o time a um título (a franquia venceu dois campeonatos quando ainda era de Philadelphia e um já com o nome atual, em 1975), apoiado pelos companheiros Draymond Green, Andrew Bogut, Andre Iguodala e até o brasileiro Leandrinho. Mas o ponto que pode ser considerado como o diferencial do jovem time de Oakland não faz cestas, nem assistências. Pelo menos não mais. Steve Kerr assumiu o comando técnico do Golden State no início da temporada prometendo brigar pelas finais e vem conduzindo um grande trabalho em sua estreia como treinador.

Steve Kerr e Stephen Curry. As esperanças do Golden State. Foto: Getty Images

 

Kerr foi um armador vitorioso na NBA. Sem ser craque, mas com participações importantes e decisivas, era um sexto homem de confiança. Bom marcardor e um excelente arremessador de três pontos. Com esse perfil, conquistou quatro títulos seguidos (1996-Chicago Bulls; 1997-Chicago Bulls; 1998-Chicago Bulls e 1999-San Antonio Spurs), além de repetir a dose com os texanos em 2003.

Michael Jordan e Kerr comemoram conquista pelo Chicago Bulls. Foto: Getty Images

 

Foi protagonista da final de 1997, contra o Utah Jazz. No jogo 6 do playoff, a partida estava empatada nos 86 pontos e se encaminhava para a prorrogação. Faltando cinco segundos para o fim, Jordan recebeu a bola, fez a finta e fez a jogada para o camisa 25. Kerr, livre, chutou e marcou. O Chicago ainda converteu mais uma cesta antes da buzina, mas o lance de Steve Kerr foi determinante para a vitória por 90 a 86, que garantiu o quinto título aos Bulls.

 

Steve Kerr vem mostrando que aprendeu com seus principais mentores, Phil Jackson e Gregg Popovich. Montou um time sólido na defesa, com grande rotatividade e intensidade ofensiva. Se vai ganhar o título da NBA esse ano ninguém sabe, mas que o Golden State Warriors vai dar trabalho, isso ninguém pode duvidar. E hoje, o time tem mais um duelo complicado em casa, contra o Houston Rockets, que deu uma oscilada, mas também segue como um dos favoritos do Oeste.

kerr

Anúncios

2 pensamentos sobre “O efeito Steve Kerr na maravilhosa fase do Golden State

  1. Pingback: Playoffs da NBA prometem em emoção | Fut 'n' Roll

  2. Pingback: Força do grupo do Atlanta Hawks faz time ganhar apelido de “Spurs do Leste” | Fut 'n' Roll

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s