Futebol/Latinoamericano

Racing a um passo do paraíso

O sonho de um título argentino para o Racing está cada vez mais próximo de se tornar realidade após treze anos de seca para La Academia.

O caminho para a conquista, que se abriu após a vitória por 1 a 0 sobre o River Plate na rodada anterior, ficou ainda mais claro com a grande atuação do Racing e o triunfo por 3 a 0 fora de casa sobre o Rosario Central.

Foto: La Nación

Foto: La Nación

O grande destaque foi o experiente centroavante Diego Milito, autor de dois gols e líder do time responsável por acalmar os seus nervosos companheiros na primeira etapa.

Apesar do nervosismo, o Racing foi mais time do que o Rosario Central e abriu o placar ainda na primeira etapa, gol de Gastón Diaz, em impedimento. No segundo tempo, com os nervos no lugar e a bola no chão, Milito marcou outros dois gols e fechou o placar.

Foto: Olé

Foto: Olé

O resultado coloca o Racing com 38 pontos na tabela de classificação. Se vencer o Godoy Cruz em casa na última rodada, comemorará o título argentino.

Comemoração esta que poderia ter sido dada neste domingo (30) mesmo, mas o River Plate manteve as esperanças de mais um título argentino ao vencer o Banfield no Monumental de Nuñez com muita dificuldade por 3 a 2.

O triunfo teve requintes de heroísmo, já que os millonarios jogaram com um homem a menos desde os 16 minutos do segundo tempo, quando Ferreyra foi expulso. Àquela altura, o placar recém apontava a virada do River, que tomou um gol de Bertolo no primeiro tempo e começou a segunda etapa a mil, marcando com Cavenaghi e Rodrigo Mora.

Com a vantagem numérica, o Banfield foi para cima do adversário e conseguiu o empate, com Salcedo, mas na base da superação, Cavenaghi marcou mais um, dando a vitória e mantendo as chances de título ao River Plate.

Foto: AFP

Foto: AFP

Os millonarios estão com 36 pontos e, na última rodada, vai a Quilmes precisando vencer de qualquer maneira, além de torcer por uma zebra em Avellaneda.

O Lanús também poderia estar nesta briga, já que começou a rodada com a mesma pontuação do River Plate. E abriu 2 a 0 sobre o Boca Juniors em casa, além de ver os xeneizes terem um jogador expulso de campo ainda na primeira etapa.

Mas o granate vacilou demais na segunda etapa e tomou um inesperado empate no fim da partida, eliminando qualquer chance de título.

O grito de campeão do KIRCHNÃO 2014 será dado apenas no dia 14 de dezembro, por solicitação do River Plate, que irá decidir a Copa Sul Americana contra o Atlético Nacional, da Colômbia, nos dias 3 e 10 deste mês. Para quem espera há treze anos, sete dias passam rápido.

O Campeonato Argentino ainda pode ter uma grande final, se o Racing empatar e o River ganhar na última rodada. Neste caso, os dois times terminariam com 39 pontos e teriam que fazer um jogo desempate, a ser realizado em 17 de dezembro.

Classificação do Campeonato Argentino 2014 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s