Brasileiro/Futebol

O Vasco voltou. Mas foi decepcionante

Foi com sentimentos divididos, de alegria e frustração. Mas o Vasco garantiu a sua volta à primeira divisão do futebol brasileiro, conforme o previsto no início da temporada.

O que não foi previsto foi a dificuldade para atingir o objetivo. O acesso veio com apenas uma mísera rodada de antecedência e uma campanha decepcionante que não vai terminar em título, que vai ficar com o Joinville ou a Ponte Preta.

Campanha decepcionante simbolizada com a partida que confirmou a volta do cruzmaltino à Série A. Mais de 56 mil almas, incluindo o novo velho presidente Eurico Miranda, lotaram o Maracanã esperando uma grande atuação vascaína contra um Icasa praticamente condenado ao rebaixamento à Série C. E viram um time que tentou buscar o ataque, mas foi parado pelas suas próprias limitações.

Nos primeiros vinte minutos, uma grande pressão. O goleiro Busatto trabalhou em chutes de Kleber, Diego Renan, Luan e Maxi Rodriguez. Douglas e Thalles também desperdiçaram oportunidades. Mas o ritmo diminuiu e o Icasa começou a acreditar, obrigando a Martín Silva a fazer grande defesa em finalização de Junior.

A preocupação tomava conta do Maracanã aos 34 minutos, quando Douglas bateu falta na cabeça de Kleber e o superestimado atacante abriu o placar, voltando a balançar as redes após dois meses.

Foto: Marcelo Sadio/Vasco

Foto: Marcelo Sadio/Vasco

Como o Icasa precisava da vitória para manter chances de permanecer na Série B, o time cearense tomou conta do jogo no segundo tempo. Dominando o meio de campo, comandou as ações até conseguir o empate, em belo chute de Nilson.

Estarrecido, o Vasco não conseguia mais criar chances. E quase tomou a virada nos acréscimos, em uma cabeçada perigosa de Marcos Tiago. E o que deveria ser festa pela volta à primeira divisão terminou em vaias e gritos de ‘time sem vergonha’.

O importante é que terminou o sofrimento vascaíno. Mas pela primeira vez um clube grande teve dificuldades para conseguir o acesso. Em 37 jogos, foram 16 vitórias, 15 empates e seis derrotas. Foram 50 gols marcados, apenas o sexto melhor ataque da competição, ao lado do Atlético Goianiense, sétimo colocado na tabela. O pesadelo do Vasco termina na próxima semana contra o Avaí em Florianópolis.

Classificação da Série B 2014

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s