Futebol/Latinoamericano

Má atuação, juiz caseiro e podia ser pior

A primeira semifinal da Sul Americana começou mal para o São Paulo, que foi a Medellín enfrentar o Atlético Nacional. O time de Muricy Ramalho não conseguiu impor o seu jogo de toque de bola e velocidade e ainda viu sua defesa voltar a se atrapalhar e comprometer o desempenho coletivo.

Ainda assim, o tricolor teve um começo de jogo tranquilo, resistindo à marcação ofensiva do bom time do Atlético Nacional, que não conseguia ameaçar o gol de Rogério Ceni.

Até que o juiz uruguaio Daniel  Fedorzuck mostrou que arbitragem caseira ainda é um sério problema nas canchas da América do Sul. Aos 27 minutos, o São Paulo encaixou um bom contra-ataque, Ganso lançou Kardec, que, ao tentar driblar o goleiro Armani, foi derrubado com um golpe no tornozelo. O apitador deu apenas o tiro de meta. Alan Kardec precisou ser substituído.

Foto: Rubens Chiri/São Paulo FC

Foto: Rubens Chiri/São Paulo FC

O lance enervou os jogadores são paulinos, que perderam o controle da partida e viu os verdolagas crescerem no jogo. Aos 35 minutos, em um lateral invertido pelo péssimo juiz, Luiz Carlos Ruiz aproveitou vacilo de Edson Silva e tocou na saída de Rogério Ceni. Por reclamação, Kaká levou cartão amarelo.

Foto: Getty Images

Foto: Getty Images

No segundo tempo, o Atlético Nacional tentou aumentar a vantagem e pressionou bastante. Cardona, o craque do time, criou bons lances e chegou a acertar a trave de Rogério, que também foi castigado por chutes perigosos de Pérez e vários cruzamentos que nunca acharam um pé vestindo verde para empurrar para as redes.

O São Paulo ainda apostou na velocidade de Osvaldo e na mobilidade de Alexandre Pato nos lugares de Kaká e Luís Fabiano, mas o time quase não ameaçou o goleiro Armani.

No fim das contas, apesar do árbitro caseiro, o resultado ficou barato para o que o São Paulo apresentou, especialmente na segunda etapa. Rogério Ceni mais uma vez foi o melhor do time e evitou um resultado desastroso e irreversível no Morumbi.

Mas que o torcedor são paulino não pense que será fácil vencer os verdolagas por dois gols de diferença em casa. O time colombiano, ao menos nesta edição da Copa Sul Americana, tem atuado melhor fora de casa do que em seus domínios. E, lembrando, eliminou o Atlético Mineiro da Libertadores sobrevivendo ao Horto.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s