Europeu/Futebol

Rodada histórica da Champions League

A terceira rodada da fase grupos da edição 2014/2015 da Champions League foi histórica. Nem tanto pela competitividade ou jogos inesquecíveis, mas pelos números superlativos apresentados no geral. Nos oito jogos disputados nesta terça-feira (21), foram marcados 40 gols, média absurda de cinco por partida.

Destaque para as surras de Bayern, Chelsea e Shakhtar Donetsk. Decepção para Paris Saint-Germain, que quase protagonizou o que seria o único 0 a 0 do dia (Cavani definiu a vitória sobre o APOEL nos acréscimos, e Manchester City, que entregou a rapadura na Rússia e se complicou mesmo vendo o rival pela segunda vaga tomar de sete em casa. Menção honrosa para o Barcelona, que atuou bem durante 25 minutos e depois se acomodou em campo e até foi incomodado no jogo de maior tradição do dia.

Historicamente, Barcelona e Ajax tem uma relação até umbilical, especialmente dos anos 1970 para cá. O maior jogador da história do Ajax é um dos maiores da história do Barcelona, Johan Cruyff. O craque holandês também foi um dos três técnicos que sentaram nos dois bancos de reservas, ao lado de Rinus Michels e Louis Van Gaal. Outros 37 jogadores vestiram as duas camisas, muitos com extremo sucesso.

E mais do que pessoas, os dois times, muito por culpa de Cruyff, compartilham da mesma filosofia de futebol. Tanto Barcelona como Ajax estão entre os líderes nas estatísticas de posse de bola, por exemplo. Ambos também tentam sempre jogar ofensivamente, independente do campo onde atuam, sempre buscam propor o jogo.

A diferença é que atualmente um é muito mais qualificado do que o outro. Tendo jogadores melhores, o Barcelona claramente consegue impor sua filosofia com mais facilidade. Logo aos seis minutos, Messi serviu e Neymar abriu o placar.

Foto: Jopep Lago/Getty Images/UEFA

Foto: Jopep Lago/Getty Images/UEFA

O Barcelona seguiu dominando e Messi fez o segundo aos 24, aproveitando grande lançamento de Iniesta. Iniesta que quase fez um golaço no fim do primeiro tempo, mas o goleiro Cilessen salvou o que seria uma pintura de gol.

No segundo tempo, o Barcelona jogou com o freio de mão puxado, pensando já no clássico de sábado contra o Real Madrid. Neymar saiu com apenas 15 minutos de jogo. Messi se foi aos 20. Foi a quinta partida seguida em que Neymar e Messi marcam juntos. A dupla participou, marcando ou com assistência, de 24 dos 27 gols dos blaugranas na temporada. Messi chegou a 69 em competições europeias e está, assim como Cristiano Ronaldo, a apenas dois do recordista Raúl. E o time tomou um antes do apito final, premiando o esforçado e jovem time holandês. Mas Sandro, da nova geração culé, fez o terceiro nos acréscimos e garantiu o triunfo.

Quem tropeçou na rodada e se complicou na competição foi o Manchester City. Os Citizens abriram 2 a 0 no CSKA, fora de casa, mas permitiram o empate no segundo tempo e seguem apenas na terceira posição do difícil grupo E com apenas dois pontos.

O resultado só não foi pior porque o Bayern fez o favor de golear a Roma na capital italiana naquela que foi provavelmente a maior exibição de um time até o momento na Champions League. Só na primeira etapa, os bávaros chutaram 12 vezes a gol, balançando as redes cinco vezes.

Foto: UEFA

Foto: UEFA

O massacre seguiu na segunda etapa e terminou com um resultado bem familiar aos brasileiros. 7 a 1.

Com o resultado, o Bayern foi a nove pontos no Grupo F. A Roma se manteve com quatro, enquanto o City tem apenas dois.

Disse que o Bayern teve a maior exibição pela qualidade do adversário. Porque em número de gols, o Shakhtar Donetsk fez mais. Apenas no primeiro tempo, os ucranianos abriram 6 a 0 no BATE Borisov fora de casa. Desses, o brasileiro Luiz Adriano marcou quatro, recordista de gols apenas no primeiro tempo, individualmente e coletivamente.

Foto: Shakhtar Donetsk

Foto: Shakhtar Donetsk

No total, o Shakhtar fez 7 a 0 e Luiz Adriano marcou cinco vezes, se tornando recordista em partidas da Champions League ao lado de ninguém menos que Lionel Messi.

Resultados da rodada da Champions League

Grupo E
CSKA 2 x 2 Manchester City
Roma 1 x 7 Bayern

Grupo F
Barcelona 3 x 1 Ajax
APOEL 0 x 1 Paris Saint-Germain

Grupo G
Schalke 4 x 3 Sporting
Chelsea 6 x 0 Mirabor

Grupo H
Porto 2 x 1 Athletic Bilbao
BATE Borisov 0 x 7 Shakhtar Donetsk

Classificação da UEFA Champions League 2014/2015

Anúncios

Um pensamento sobre “Rodada histórica da Champions League

  1. Pingback: O exorcismo do fantasma de Anfield | Fut 'n' Roll

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s