Blues/Entrevistas/Música

Blues Beatles apresenta nova roupagem dos clássicos e encantam beatlemaníacos

Ousado e bem-sucedido. Esses adjetivos resumem o que eu senti quando ouvi pela primeira vez a proposta da banda Blues Beatles, mais um projeto do novo blues brasileiro, que mostra a força do estilo musical. Fugindo do tradicional cover, a banda conseguiu dar uma nova identidade aos grandes clássicos dos Beatles, com arranjos solos e vocalização que lembram mais o som feito no Delta do Mississipi do que as composições do quarteto de Liverpool.

“É claro que é arriscado mexer em originais clássicos, mas no caso temos muita aceitação dos beatlemaníacos… é muito legal ver a euforia deles em ver aquela música que muitas das vezes marcou a vida deles em formato de Blues”, afirma o pianista Flávio Naves, em entrevista exclusiva ao Fut’n’Roll. Perguntado sobre qual música ele apresentaria a Sir Paul McCartney, se tivesse a oportunidade, Flávio não pensa duas vezes e é direto: “Yesterday”, que ganhou uma pesada versão de Slow Blues.

Composta por seis integrantes – Marcos Viana (vocal); Flávio Naves (piano e ógão); Marcelo Naves (gaita); Danilo Simi (guitarra); Raoni Brascher (baixo) e André Machado (bateria) – a banda, que nasceu em janeiro de 2014, em São José dos Campos/SP, já tem uma agenda repleta de shows e trabalha para lançar o seu primeiro CD. Veja a entrevista completa e conheça um pouco mais sobre o projeto desses músicos, suas maiores influências (além dos próprios Beatles) e entenda porque os beatlemaníacos estão se rendendo ao Blues.

foto: Divugação

 

Fut’n’Roll – Antes de falarmos da banda, apresente os integrantes. Nome, idade, instrumento, principais influências musicais, etc.

Blues Beatles – Marcos Viana, 35 anos, cantor , principais influências Beatles, Little Richard, All Green

Flávio Naves, 33 anos, Pianista e Organista, Influencias Albert King, Jimmy Smith , Booker T & MGs , Otis Spann

Marcelo Naves, 34 anos, gaitista, influencia Little Walter e Kim Wilson

Danilo Simi, 30 anos, guitarrista, influencias, BB king, Ronnie Earl e T-bone walker

Raoni Brascher, 27 anos, baixista, influencia Paul McCartney

André Machado, 30 anos, baterista, influencia Buddy Rich

 

FnR – Quando e como surgiu a ideia de fazer as versões dos Beatles em formato de Blues?

Blues Beatles – A idéia sugiu em jam Sessions entre os amigos, que da brincadeira se tornou algo serio, e precisou ser tratado com tal seriedade.

 

FnR – Apesar de ser uma mistura de sons sensacional, é arriscado mexer em originais clássicos, ainda mais quando se trata de ícones como os Beatles. Vocês temeram sofrer rejeição dos fãs?

Blues Beatles – É claro que é arriscado mexer em originais clássicos, mas no caso temos muita aceitação dos “beatlemaníacos”, porque eles querem ver uma roupagem nova nos clássicos que tanto amam. Então não há uma comparação com o original, e sim uma alegria em desfrutar de algo novo, os próprios beatlemaníacos pedem versões em Blues de músicas que ainda não fizemos, é muito legal ver a euforia deles em ver aquela música que muitas das vezes marcou a vida deles em formato de Blues.

 

FnR – Particularmente, me chamou muita atenção o projeto da banda. Acho que conseguiram imprimir uma identidade própria nas músicas que foram consagradas pelos meninos de Liverpool, sem descaracterizá-las. Qual o feedback do público vocês têm recebido?

Blues Beatles – Exatamente esse, o público em geral tem gostado muito na banda, tanto os fãs de Beatles como os fãs de Blues, que muita das vezes não são fãs de Beatles, e depois do show vem nos falar que pela primeira vez na vida adoraram Beatles, isso é muito comum… e o contrário também, pessoas que achavam Blues devagar e triste e depois do nosso show ficam fãs de carteirinha do estilo Blues.

FnR – O Paul McCartney vai se apresentar em São Paulo em novembro, na inauguração do Alianz Parque, do Palmeiras. Se vocês fossem convidados para tocar uma única música na abertura do show, qual seria? Por quê?

Blues Beatles – Seria Yesterday, porque fizemos uma roupagem completamente diferente, transformamos ela em um Slow Blues, acho que ele gostaria muito de ouvir o que fizemos.

 

 

FnR – Vocês tem ideia de quanto da obra dos Beatles vocês já recriaram versões Blueseiras?

Temos em torno de 20 musicas já, mas o trabalho não para. Cada semana estamos recriando versões novas…

 

FnR – Além dos shows, quais são os planos da banda para o futuro? Vocês pretendem lançar um CD?

Blues Beatles – Sim, já estamos gravando o CD, temos os vídeos no Youtube, e aguardamos empresários ou uma gravadora para lançar esse CD.

 

FnR – Para terminar, o que vocês pensam do Blues Brasileiro, tanto das bandas mais tradicionais quanto da nova geração bluseira? Acompanham as bandas daqui?

Blues Beatles – Eu partucularmente faço parte da cena do Blues Nacional, toco com o Nuno Mindelis ha 13 anos, lancei o meu CD Bluesamba em 2005, em parceria ao guitarrista Lancaster, produzo americanos, acompanho eles em turnê com a The Real Deal, banda formada por mim, Marcelo Naves e Danilo Simi. Acho que o cenário do Blues está crescendo, com festivais se consolidando todos os anos, artistas novos apontando com muita qualidade, estou muito feliz com o que vejo.

 

 

Anúncios

Um pensamento sobre “Blues Beatles apresenta nova roupagem dos clássicos e encantam beatlemaníacos

  1. Pingback: Guitarrista Danilo Simi vive sonho ao tocar com lenda do Blues em novo projeto | Fut 'n' Roll

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s