Brasileiro/Futebol/Jogos Inesquecíveis

Inter de Falcão e Dadá Maravilha vence o Corinthians e é bicampeão brasileiro

Corinthians e Internacional protagonizaram grandes disputas nos últimos anos, acirrando a rivalidade entre as equipes. Mas a primeira grande final envolvendo as duas equipes aconteceu em 1976. O Inter, que já havia sido campeão brasileiro em 1975, tinha uma verdadeira seleção, comandada pelo técnico Rubens Minelli, com craques como Falcão, Marinho Peres, Figueroa, Lula e Dadá Maravilha (na época era só Dario), enquanto o Corinthians vivia sua fase mais negra em toda a história, sem vencer um título sequer há 22 anos (quebrou o jejum em 1977, ao ser campeão Paulista), e apostava na tradicional garra para tentar o primeiro título nacional.

Seleção do Inter, bicampeão brasileiro em 1976. Foto: Getty Images

As duas equipes passaram por grandes pedreiras nas semifinais e estavam muito desgastadas. O Inter enfrentou o Atlético Mineiro e um calor de 39 graus em Porto Alegre e só obteve a classificação no último minuto de jogo, quando Falcão marcou o gol da virada e decretou o 2 a 1 no placar. Já o Timão viveu no dia 5 de dezembro o auge de sua aguerrida campanha, ao eliminar a “Máquina Tricolor” do Fluminense, nos pênaltis, em pleno Maracanã, após um empate por 1 a 1 no tempo normal. O temporal que caiu no Rio de Janeiro naquele dia aumentou a dificuldade e o desgaste físico e mental dos atletas. O combustível alvinegro para chegar à final foi a presença de quase 70 mil corinthianos que dividiram as arquibancadas do estádio igualmente com a torcida do Fluminense, no episódio que ficou conhecido como “Invasão Corintiana”.

Dadá abriu o placar de cabeça. Foto: Getty Images

De ressaca após a festa da classificação, o Corinthians chegou ao Beira-Rio no dia 12 de dezembro com o sentimento de missão cumprida, uma espécie de ejaculação precoce, já que faltava um jogo para o fim do Campeonato Brasileiro. O Inter não quis saber e foi pra cima do adversário e matou o jogo com dois lances de bola parada. Aos 29 minutos do primeiro tempo, Lula cobrou falta na barreira e a bola subiu até a Lua. A defesa do Corinthians ficou olhando enquanto Dario cabeceou e abriu o placar.

Falcão dava os toques de classe no meio-campo Colorado. Foto: Getty Images

No segundo tempo, mais uma falta para o Colorado na entrada da área. Waldomiro cobrou no ângulo e a bola carimbou a trave antes de pingar dentro da meta de Tobias. O árbitro José Roberto Wright só confirmou o gol com a ajuda do bandeirinha. Sem força para reagir, restou ao Corinthians ver o Internacional comemorar o bicampeonato brasileiro.

Tobias tentou evitar o gol de falta de Waldomiro, mas o bandeirinha confirmou que a bola havia pingado dentro da meta. Foto: Getty Images

 

FICHA TÉCNICA

Final Campeonato Brasileiro de 1976

Data: 12 de dezembro de 1976

Local: Beira-Rio

Internacional: Manga; Cláudio, Figueroa, Marinho Peres e Vacaria; Caçapava, Falcão e Batista; Valdomiro, Dario e Lula. Técnico: Rubens Minelli.

Corinthians: Tobias; Zé Maria, Moisés, Zé Eduardo e Wladmir; Givanildo, Ruço e Neca; Vaguinho, Geraldão e Romeu. Técnico: Duque.

Gols: Dario (29’/1T); Waldomiro (12’/2T)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s