Brasileiro/Futebol

Galo chama Corinthians pra dançar e Timão cai de quatro

As histórias de Atlético Mineiro e Corinthians têm algumas semelhanças, mas a mais marcante é força de suas torcidas para empurrar os times para vitórias épicas. Na noite desta quarta-feira, antes de as duas equipes entrarem em campo, poucas pessoas além dos torcedores do Galo acreditavam na classificação para a semifinal da Copa do Brasil. O Corinthians havia vencido o primeiro jogo por 2 a 0 e tinha uma bela vantagem. Quando a bola começou a rolar, o Atlético apostava em Diego Tardelli (recém-chegado da seleção brasileira), Guilherme e Luan – a equipe precisava golear para seguir na briga pelo título inédito. O Corinthians, sem os selecionáveis Elias e Gil, apostou no fraco zagueiro Felipe e no mais fraco Guilherme Andrade para ocupar as vagas dos titulares, como já vinha acontecendo no Brasileirão. Com menos de 10 minutos de jogo, a vantagem, que já era boa, ficou enorme, quando Guerrero dominou a bola após um chutão de Fagner, avançou e tocou no canto na saída de  Victor, fazendo 1 a 0.

Guerrero foi o melhor e mais lúcido jogador do Corinthians. Foto: Ramon Bitencourt / LancePress

O Mineirão só não ficou calado, porque o espaço reservado para a torcida corinthiana, mesmo pequeno, fazia muito barulho. Tudo se encaminhava para mais uma eliminação do Atlético Mineiro em um mata-mata contra o Corinthians. Mas quiseram os deuses do futebol e os jogadores do Galo que essa sina terminasse. O Corinthians, recuou, chamou o adversário, apostando que a defesa seguraria a barra até o fim. O Atlético, mesmo perdendo, era melhor no jogo. Com uma intensa movimentação, principalmente de Tardelli, que jogou no sacrifício após viajar quase 30 horas da Ásia até Belo Horizonte, os mineiros confundiam a marcação corinthiana e chegavam com facilidade na área adversária. Aos 23 minutos, o primeiro suspiro de esperança. Guilherme cruzou na área e Luan resvalou para empatar a partida.  Aos 31, Guilherme chutou de fora da área e marcou, com ajuda de um desvio do fraco zagueiro Felipe (já falei que ele é fraco?). O caldeirão do Mineirão ferveu de vez. E a pressão continuava, mas Cássio, outro que se salvou do vexame, segurou o quanto pode. Enquanto assistia o Atlético jogar, o Corinthians foi se desestruturando taticamente. Ainda sim, teve algumas oportunidades de marcar com Guerrero, mas sem eficiência. Tardelli ainda quase marcou o terceiro de cabeça, após falha na marcação antes do intervalo; Cássio defendeu de novo.

Diego Tardelli foi um dos melhores em campo, enquanto teve fôlego. O camisa 9 se movimentou, deu assitências e, no fim, foi recompensado pelo sacrifício. Foto: Bruno Cantini/ CAM Divulgacao

 

No segundo tempo, o Galo voltou com mais velocidade e no primeiro minuto Tardelli deixou Maicossuel na cara do gol e Cássio fez um milagre. Ainda faltavam dois gols para o Atlético reverter o resultado e os corinthianos estavam mais preocupados com o relógio do que com o adversário. O Timão ainda criou alguns lances de perigo antes de voltar a ser ameaçado.

Maicossuel para em bela defesa de Cássio. Foto: Ramon Bitencourt / LancePress

Quando o ataque atleticano voltou a ser protagonista, Carlos encheu uma bomba na trave de Cássio. Aos 29 minutos, Guilherme recebeu livre na área após rebote do fraco zagueiro Felipe e tocou com categoria no canto de Cássio. E aos 42, após cobrança de escanteio, o zagueiro Edcarlos cabeceou livre e decretou a eliminação do Corinthians.

Guilherme foi um dos herois da épica classificação do Galo, marcando dois gols e dando uma assistência. Foto: Bruno Bitencourt / LancePress

No fim do jogo, com a vaga garantida para a semifinal da Copa do Brasil, os jogadores do Atlético imitaram a dancinha tosca feita por Mano Menezes na partida de ida em São Paulo.

O Galo chamou o Timão para o baile na Copa do Braisl. Foto: Getty Images

O Atlético Mineiro agora se prepara para enfrentar o Flamengo, na briga por uma vaga na final da competição. O Rubro-Negro repetiu o placar do primeiro jogo e bateu o América-RN por 1 a 0, no Maracanã, gol de Gabriel. A notícia triste para os cariocas foi a lesão do atacante Alecsandro, que se chocou com um zagueiro adversário, sofreu afundamento craniano e passará por cirurgia. No outro jogo da rodada, o Cruzeiro sofreu para se classificar diante do ABC-RN. Depois de abrir 2 a 0, a Raposa sofreu a virada, mas avançou para a semifinal da Copa do Brasil porque venceu o primeiro jogo por 1 a 0.  O adversário do Cruzeiro será definido hoje, quando o Santos enfrenta o Botafogo, no Pacaembu, com a vantagem de ter feito 3 a 2 na primeira partida.

Alecsandro deve perder o resto da temporada após a lesão sofrida nesta quarta-feira. Foto: Getty Images

 

2 pensamentos sobre “Galo chama Corinthians pra dançar e Timão cai de quatro

  1. Pingback: Corinthians aproveita tropeços de rivais e sobe para terceiro no Brasileirão | Fut 'n' Roll

  2. Pingback: Mano Menezes cava a própria cova e prepara sua despedida do Corinthians | Fut 'n' Roll

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s