Brasileiro/Futebol

O regime da Raposa

Que o título nacional do Cruzeiro ainda é claro e cristalino, isso está claro. Mas se existe algum rival otimista sobre uma eventual disputa de título, este sorriu neste domingo (12) ao ver o atropelamento sofrido pelo time de Marcelo Oliveira no Maracanã.

O autor do crime foi o Flamengo, que usufruiu de falhas individuais do adversários para construir o sólido 3 a 0. Primeiro, Egídio perdeu a bola na intermediária que culminou no cruzamento muito mal cortado por Dedé, que foi parar no fundo das redes de Fábio.

A distração da zaga cruzeirense seguiu na segunda etapa, quando Manoel e Fábio se atrapalharam em uma bola relativamente tranquila e deixaram nos pés de Canteros, que empurrou para o gol vazio, marcando o segundo.

Foto: Flamengo

Foto: Flamengo

A pá de cal veio em mais um ataque pelo lado esquerdo da defesa cruzeirense. Alecsandro, livre, cruzou para Gabriel fuzilar Fábio e sacramentar o placar.

A rodada só não foi plenamente horrível para o Cruzeiro porque o então vice-líder São Paulo foi ao Horto e saiu morto ao perder para o Atlético Mineiro por 1 a 0. Depois de um primeiro tempo equilibrado, o Galo dominou as ações na segunda etapa e chegou à justa vitória com um gol de Luan, aproveitando o cochilo de Reinaldo, que deixou todo o ataque mineiro em condição legal e não deu chances para Rogério Ceni. Com o resultado, o Galo cavou um lugarzinho no G4, atrás apenas do próprio São Paulo, do Internacional e do Cruzeiro.

Foto: Bruno Cantini/Clube Atlético Mineiro

Foto: Bruno Cantini/Clube Atlético Mineiro

A derrota tricolor foi bem aproveitada pelo Internacional, que pariu um pequeno rinoceronte para vencer o Fluminense no Beira-Rio. Alex abriu o placar com um belo gol no começo do segundo tempo. Fred empatou já no fim do jogo, aumentando o clima de depressão colorada que foi iniciada na quinta-feira, após o time de Abel Braga ser goleado pela Chapecoense fora de casa. Mas antes do apito final, Valdivia fez o gol da vitória, permitindo ao Inter que volte a sonhar, ainda de maneira distante e PLATÔNICA com o título nacional, já que a diferença para o Cruzeiro voltou a ser de (longos) seis pontos.

No mais, os outros postulantes a uma vaga na Libertadores perderam na rodada. Além do Fluminense, o Corinthians e o Grêmio perderam no sábado (11) para Botafogo e Palmeiras, respectivamente. O Santos foi atropelado pelo Criciúma, pior ataque do campeonato, por 3 a 0. Já o Sport foi derrotado em casa pelo Vitória por 2 a 1. E a zona de rebaixamento virou uma grande briga de foice no escuro, com a distância entre o lanterna e o 15° colocado ficando em míseros três pontos.

Mas o fato mesmo é que o Cruzeiro está queimando a gordura acumulada nesta edição do PODOLSKÃO 2014.

Resultados da 28ª rodada

Botafogo 1 x 0 Corinthians
Palmeiras 2 x 1 Grêmio
Goiás 3 x 0 Coritiba
Flamengo 3 x 0 Cruzeiro
Atlético-MG 2 x 1 São Paulo
Bahia 0 x 1 Chapecoense
Internacional 2 x 1 Fluminense
Atlético-PR 3 x 0 Figueirense
Criciúma 3 x 0 Santos
Sport 1 x 2 Vitória

Classificação do Campeonato Brasileiro 2014

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s