Copa do Mundo/Futebol/Jogos Inesquecíveis

Maradona brilha e Argentina elimina o Brasil na Copa

Nesses 100 anos de confrontos entre Brasil e Argentina no futebol, um jogo em especial faz os argentinos sorrirem como crianças. O duelo válido pelas oitavas de final da Copa de 1990, na Itália, é festejado até hoje, inclusive virou hit no mundial deste ano, disputado em território brasileiro, com o canto da torcida “Brasil, decime qué se siente…”. Aquela partida também foi muito marcante para os brasileiros, principalmente para muitos jovens torcedores que passaram a admirar o craque Maradona e rasgaram o patriotismo em prol do amor pela Albiceleste.

O jogo foi tenso, trazia uma das maiores rivalidades do futebol mundial à tona e colocava à prova dois times que vinham de campanhas irregulares. A Argentina, atual campeã do mundo, tinha um time envelhecido, comandado pela genalidade de Maradona. O Brasil tentava quebrar o jejum de conquistas que durava 16 anos sem vencer a Copa do Mundo e tinha um contestado Lazaroni como técnico, que montou o time num 3-5-2 que privilegiava a marcação.

Maradona sofreu com a forte marcação, mas precisou de apenas um lance genial para matar o Brasil. Foto: Getty Images

A partida foi dominada pelo Brasil, que criou as melhores chances. Logo no começo de jogo, Careca perdeu um gol incrível. Ainda no primeiro tempo, Dunga cabeceou forte e carimbou a trave de Goycochea. Antes do intervalo, Caniggia recebeu lançamento de Maradona e foi pras redes, mas estava impedido e o gol foi anulado corretamente. O segundo tempo repetiu o script. O Brasil pressionava, atacava, mas não conseguia marcar. Goycochea sofria com as bolas cruzadas e chutes de fora e viu por mais duas vezes a sua trave balançando, em um lance que começou com Careca e terminou com a bomba de Alemão.

Maradona era caçado em campo e em uma das faltas que sofreu sentiu a perna, mas continuou em campo. Aos 35 minutos da etapa final, Dieguito mostrou porque é chamado de Diós e, em um lance genial, passou por quatro marcadores e rolou para Caniggia. O atacante cabeludo teve tranquilidade para driblar o goleiro Taffarel e enfiar a bola na rede. O Brasil ainda teve Ricardo Gomes expulso antes do fim do jogo e, mesmo com um a menos, teve algumas chances para empatar. A melhor delas foi com Müller, que perdeu cara a cara com o goleiro argentino. A Argentina se classificou e ainda continuou viva naquela Copa até a final, quando perdeu para a Alemanha.

Caniggia se livra de Taffarel e marca o gol que eliminou o Brasil em 90. Montagem: Thiago Barbieri

Até o momento, este jogo inesquecível foi o último duelo entre Brasil e Argentina em Copas do Mundo. Que venham os próximos mundiais e que venham mais Brasil x Argentina!

 

 

FICHA TÉCNICA

 

Brasil x Argentina – Oitavas de Final Copa 1990

Data: 24/06/1990

Local: Delle Alpi

Árbitro: Joël Quiniou (FRA)

 

Brasil: Taffarel; Mauro Galvão (Renato Gaúcho); Ricardo Gomes; Ricardo Rocha; Branco; Jorginho; Valdo; Alemão; Silas; Dunga; Müller e Careca – Téc.: Sebastião Lazaroni

 

Argentina: Goycochea; Olarticoechea; Simon; Ruggeri; Monzon; Basualdo; Burruchaga; Giusti; Pedro Troglio (Calderón); Maradona e Caniggia – Téc.: Carlos Bilardo

 

Gols: Caniggia (35’/2T)

 

Cartões Amarelos: Ricardo Rocha (BRA); Mauro Galvão (BRA); Goycochea (ARG); Giusti (ARG);  Monzon (ARG)

 

Cartões Vermelhos: Ricardo Gomes (BRA)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s