Brasileiro/Futebol

Santos dá um passo importantíssimo rumo às quartas da Copa do Brasil

Não serei presunçoso ao extremo como alguns torcedores santistas estão pregando por aí, que o Santos já esteja classificado para as quartas de final da Copa do Brasil. O futebol sempre prega peças e, embora o alvinegro praiano tenha conquistado uma vitória maiúscula, fora de casa, pra cima do Grêmio, todo cuidado é pouco. Ainda mais se analisarmos o futebol jogado pelo Santos ontem.

Desde o primeiro minuto de jogo o Grêmio foi o dono da partida. Teve as melhores oportunidades de abrir o placar, mas pecou muito nas finalizações erradas de Guilliano e de uma jogada espetacular de Mena, lateral esquerdo do Peixe, que salvou o gol do tricolor gaúcho em cima da linha. O time de Vila Belmiro ameaçava, raramente, nos contra-ataques.

Santos-Gremio-Brasil-Ricardo-RimoliLANCEPress_LANIMA20140828_0313_51

Jogadores do Santos comemorando o segundo gol do time, fora de casa, em cima do Grêmio pelas oitavas de final da Copa do Brasil. Foto: Ricardo Rimoli/LANCE!Press

E, de novo, aquela velha máxima do futebol deu as caras: “Quem não faz, toma!”. Aos 37 do primeiro tempo, Lucas Lima cobrou o escanteio perfeito, na marca do pênalti, para o peixeinho, sem marcação, de David Braz (seu primeiro gol com a camisa santista). Era a ducha de água fria pra cima do Grêmio que martelou, martelou e nada conseguiu. Antes do último apito para o intervalo da partida, Lucas Lima, de novo, recebeu antes do meio campo, avançou em contra-ataque rápido e, dentro da área, serviu Robinho, que escorou para o fundo do gol. 2×0 e o jogo ficava tranquilo pro Peixe, certo? Negativo.

No segundo tempo o Grêmio pressionou ainda mais, o Santos recuou em demasia e por conta dos erros de passes não conseguia sair em contra-ataques, de jeito nenhum. Foram 40 minutos de puro sofrimento para a torcida santista. A sorte foi que o time gaúcho continuava parando nas defesas de Aranha, ou nas finalizações tortas.

Logo no ínicio do segundo tempo, aos 5 minutos, Zé Roberto foi derrubado por Arouca na área e o juiz errou em não dar o pênalti. O árbitro que já que havia errado no primeiro tempo validando o segundo gol do Santos. No lance em questão, Lucas Lima dominou a bola no braço antes de partir no contra-ataque.

goleiro_aranha_santos_futura-press

Goleiro Aranha, que fez boa partida, foi vítima de racismo por parte da torcida do Grêmio no final do jogo. Foto: Futura Press

No fim do jogo, já nos acréscimos, o Santos ameaçou duas vezes e teve a chance de matar o jogo. Rildo, em contra-ataque, finalizou em cima do goleiro Marcelo Grohe, que em alguns instantes depois fez outra ótima defesa em finalização de Leandro Damião da entrada da área.

Resumindo. O Santos não jogou tão bem assim, sofreu uma pressão da qual há muito tempo eu não via e, ainda, teve ajuda da arbitragem. Mas ganhou, e ganhou muito bem. No fim, isso é que importa mesmo.

Agora, na Vila Belmiro, quarta que vem, joga pelo empate ou até mesmo por uma derrota simples.

Confira os lances da partida:

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s