Brasileiro/Futebol

Palmeiras vive inferno astral às vésperas do centenário

Não é de hoje que o Palmeiras passa dificuldades dentro e fora das quatro linhas. E não é de hoje que noticiamos momentos ruins, riscos de rebaixamento, falta de dinheiro e problemas administrativos que vêm se acumulando no clube. A gloriosa história centenária da Sociedade Esportiva Palmeiras já foi manchada duas vezes com quedas para a Segunda Divisão do futebol brasileiro (2002 e 2012) e o desempenho do time esse ano, logo após voltar à elite, deixa todos os torcedores palestrinos arrepiados com a possibilidade de novo rebaixamento.

A campanha no Brasileirão 2014 é ridícula: em 16 jogos, são 4 vitórias, 2 empates e 10 derrotas (10!). A última aconteceu na última quarta-feira, 20, diante do Sport, na Arena Pernambuco. O Verdão chegou a abrir o placar com o atacante Henrique, aos 13 minutos. Menos de 10 minutos depois, o goleiro palmeirense Fábio falhou feio (já havia errado no clássico contra o São Paulo) e marcou um gol contra bizarro de cabeça, ao tentar cortar uma bola cruzada na área.  A virada veio aos 32 minutos, Patric acertou um chute de fora da área e marcou. O gol do Sport acabou de vez com o ânimo dos jogadores e o Palmeiras sucumbiu, terminando o jogo com apenas 6 finalizações, contra 20 dos pernambucanos.

Fábio não teve noite feliz em Pernambuco e contribuiu para o Palmeiras assumir a lanterna do Brasileirão. Foto: Getty Images

Diretoria, comissão técnica e jogadores. Todos têm responsabilidade pela crise atual do Palmeiras, mas o presidente Paulo Nobre e o diretor Brunoro deveriam assumir uma parcela maior. A dupla assumiu em janeiro de 2013, com o time recém-rebaixado. Sabia que o trabalho seria duro, com orçamento curto e com a obrigação de fazer o time voltar à Série A no ano do centenário, além de ter o peso de entregar o novo estádio. Jogadores foram contratados, ações de marketing enaltecendo a paixão e o orgulho de ser palmeirense acima de tudo foram feitas e o time conseguiu o bicampeonato da Série B. 2014 começava, então com uma perspectiva mais otimista, mas não se concretizou.

O Palmeiras viveu uma debandada de jogadores, troca de técnico e a direção chegou a admitir que o planejamento para a temporada não fora o ideal, repetindo erros anteriores. Pouco antes da parada para a Copa do Mundo, o técnico argentino Ricardo Gareca foi contratado. Na sequencia, uma série de contratações foram feitas, muitos jogadores argentinos foram pedido pelo treinador e apresentados. O problema foi a falta de timmig. Os jogadores foram chegando aos poucos, depois que o Brasileirão já havia recomeçado. Desde que assumiu, Gareca não conseguiu repetir a mesma escalação por duas partidas seguidas. Consequentemente, o time não tem um padrão tático definido, mas, depois de 10 jogos sem vitórias, Gareca também já é questionado. Os jogadores também têm sua parcela de culpa pela situação tenebrosa. Não mostram reação e não conseguem honrar a história de um Palmeiras vencedor, e a torcida já manifesta suas insatisfações, por enquanto só com atos de vandalismo (esperamos que não cheguem à violência e à agressão).

Muros do Palestra Itália foram pichados. Foto: Diogo Venturelli/Globoesporte.com

A nação palmeirense não merece comemorar os 100 anos de glórias, conquistas e amor ao Verdão com mais um rebaixamento. Mas enquanto o amadorismo imperar no clube, os reflexos sentidos dentro do campo serão catastróficos. Ainda há tempo para o time se recuperar e, pelo menos evitar o vexame maior, mas o primeiro turno já está acabando e é preciso uma mudança imediata de comportamento e comprometimento dos jogadores.

1acentenario-palmeiras-divulgacao-292

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s