Brasileiro/Futebol

Clássicos deixam Inter e Corinthians colados no Cruzeiro

O PODOLSKÃO 2014 ainda não embalou. Até o Cruzeiro, que havia disparado antes da parada da Copa, emperrou nas últimas rodadas e acumula dois empates nas últimas duas rodadas. Neste fim de semana, dois clássicos regionais agitaram um pouco o Campeonato Brasileiro, apesar de novas brigas envolvendo torcidas terem acontecido nos entornos dos estádios.

Mas falando de futebol, o Internacional recebeu Grêmio, que reestreava Felipão como técnico, no Beira-Rio, e Colorado mostrou que será um dos candidatos ao título ao conseguir a quarta vitória seguida. O time do técnico Abel Braga fez 2 a 0 no rival azul, com gols de Aranguiz e Cláudio Winck, o segundo, uma pintura. Em uma jogada que começou em um escanteio a favor do Grêmio, o time trocou passes até que Winck recebeu livre na entrada da área, ameaçou, fintou e tirou do goleiro, com tranquilidade. Com o resultado, o Inter subiu para a vice-liderança do Brasileiro, com 28 pontos, a apenas dois do líder Cruzeiro.

winck_

Winck fez um golaço no Gre-Nal. Foto Ricardo RímoliLANCE!Press

Na Vila Belmiro, a torcida do Santos armou a festa para a reestreia de Robinho. O Rei das Pedaladas chegou com moral. Foi contratado na quinta, treinou entre os titulares e foi a campo defender a sua invencibilidade contra o Corinthians. E Robrinho provou que tem lugares que foram feitos na medida para certos jogadores. O camisa 7 se sentiu em casa, mostrou a velha habilidade, com dribles curtos e rápidos, tabelou, gritou em campo, orientou seus companheiros, enfim, fez tudo o que dele se esperava. Parecia que nunca havia saído da Vila Belmiro, desde 2002. Apesar da bela atuação de Robinho, o Corinthians venceu o clássico, com gol do zagueiro Gil, aproveitando o cruzamento do escanteio.

Cada time jogou um tempo com um a menos. No caso do Corinthians, Guilherme Andrade mostrou nervosismo, falta de ritmo e de confiança. Mesmo em campo fazia com que o time corresse em dobro, como se não houvesse lateral direito. Abalado com o gol contra marcado na Copa do Brasil, o jogador sumiu em campo, não apoiava o ataque e deixava uma avenida na defesa. Ainda fez uma lambança ao recuar uma bola na pequena área  e dar de presente a Robinho, que quase marcou. No Santos, Alisson foi muito afobado e acabou expulso em um contra-ataque armado por Elias, no último lance do primeiro tempo. Na segunda etapa, o Santos com 10 e o Corinthians com 11-1 (Guilherme Andrade ainda em campo), as coisas se equilibraram e o Corinthians começou a atacar. O Timão só conseguiu obter a vantagem numérica em campo, quando Mano Menezes tirou Guilherme e colocou Ferrugem. E o camisa 2 não decepcionou. Seguro na marcação e com boas subidas ao ataque, virou uma opção para os meias e atacantes. Em uma jogada individual, driblou dois e rolou para Elias chutar, mas Aranha fez grande defesa. Na sequencia, Ferrugem acertou um chutaço de fora que ia no ângulo, mar o goleiro santista espalmou. No escanteio, saiu o gol do Corinthians, que garantiu o 1×0 no placar e fez o Timão subir para o terceiro lugar, com 27 pontos.

Gil vibra com seu gol na Vila Belmiro. Foto: Ale Cabral LancePress

Confira os resultados da 14 rodada do Brasileirão:

Bahia 1 x 0 Goiás

Criciúma 0 x 0 Cruzeiro

Fluminense 1 x 1 Coritiba

Flamengo 1 x 0 Sport

Santos 0 x 1 Corinthians

Atlético-PR 2 x 0 Botafogo

Internacional 2 x 0 Grêmio

São Paulo 3 x 1 Vitória

Atlético-MG 2 x 1 Palmeiras

Chapecoense 0 x 1 Figueirense

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s