Futebol/Latinoamericano

O fim de uma era no futebol argentino

Julio Grondona se perpetuou nos últimos 35 anos na presidência da AFA (Associação de Futebol Argentino). Em seu mandato, a Argentina foi campeã do mundo em 1986 e ganhou seis títulos de juniores (1979, 1995, 1997, 2001, 2005 e 2007), além de dois Jogos Olímpicos (2004 e 2008). Mas também foi na gestão Grondona que a máfia das torcidas organizadas cresceu e os clubes se endividaram de forma milionária. Uma gestão polêmica e centralizadora, que sempre se apoiou nos governos.

Foto: Clarín

Foto: Clarín

Nascido em 18 de setembro de 1931, Grondona chegou ao cargo máximo na AFA em 6 de abril de 1979. Conduziu a entidade de maneira centralizadora, baseada na boa e velha troca de favores e conveniências. Assim, enriqueceu a entidade, mas levou os clubes à falência e a dependência de Don Julio, como era conhecido. Mesmo com regulamentos extremamente favoráveis, grandes como River Plate, Independiente, Racing e San Lorenzo, amargaram a segunda divisão. O Racing esteve até prestes a fechar as portas.

Na sua gestão também ocorreram oito greves de jogadores, três paralisações de árbitros e inúmeros casos de doping. Nove treinadores diferentes passaram pela seleção nacional.

Ajudou a fundar o Arsenal de Sarandí, em 1957, e também presidiu o Independiente. Sua morte pode ser o ponto de partida para uma virada no futebol argentino, também em crise nas categorias de base, assim como o Brasil, mas com os clubes um pouco mais falidos, se é que essa expressão é possível, do que em Pindorama. Tanto que, em 35 anos, foram apenas dez títulos de Libertadores.

Quem assume a AFA em um primeiro momento é Luis Segura, primeiro vice-presidente da entidade e presidente do Argentinos Juniors. Mas eleições devem ser convocadas em outubro e o novo mandatário deverá ficar no cargo até outubro de 2015. Segura deverá ser o responsável por fechar o contrato do novo treinador da seleção nacional, provavelmente Tata Martino, já que Simeone recusou o convite e Alejandro Sabella já anunciou que não seguirá no comando da Albiceleste.

O Campeonato Argentino, que começaria neste fim de semana, teve seu início adiado para a semana seguinte, no dia 8 de agosto, com os jogos da segunda rodada. A primeira será jogada posteriormente.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s