Europeu/Futebol

Janela de transferências espanhola pegando fogo

O Campeonato Espanhol, com a mais absoluta certeza, continuará em alto nível na temporada 2014/2015. A janela de transferência por lá, nas últimas semanas, apresentou capítulos interessantíssimos, primordialmente, para os três times que disputarão, mais uma vez, a primeira colocação na tabela.

Um deles, e para mim o que vem mais forte, é o Real Madrid. Com as contratações de Toni Kroos, um dos destaques da campanha vitoriosa da seleção Alemã aqui no Brasil, e James Rodrigues o artilheiro da Copa do Mundo, com seis gols marcados, os merengues colocam a cereja que faltava no bolo, em um time que já apresentava inúmeras estrelas como: Cristiano Ronaldo, Benzema e Bale. Além disso, o goleiro costa-riquenho Keylor Navas, que foi também um importante destaque nesta Copa, deve acertar seu vínculo com os madrilenos nas próximas semanas.  O destaque negativo para o Real Madrid é a possível perda de Di Maria para o futebol inglês ou francês (Manchester United e Paris Saint German se interessaram pelo futebol do argentino), já que o jogador terminou a temporada em seu melhor nível técnico e só não fez uma brilhante Copa do Mundo porque foi prejudicado por uma lesão sofrida durante a competição. Outra possível baixa é o volante Sami Khedira, que, provavelmente, terá como destino o Arsenal.

kroos e james

Os meio-campistas Toni Kroos (à esq.) e James Rodrigues (à dir.) foram apresentados recentemente pelo Real Madrid. Fotos: Divulgação / Daniel Ochoa de Olza – AP

O Barcelona, que passa por um momento importante de transição, não foi bem na temporada passada, justamente por conta da eliminação precoce (nas quartas de final) da Liga dos Campeões e o empate, com gosto de derrota, na última rodada do campeonato espanhol, em casa, que acabou deixando o título nas mãos do Atlético de Madrid (vale lembrar que a derrota nas quartas da Champions também foi para o Atlético de Madrid). Após isso, o clube catalão demitiu o treinador Tata Martino e também não renovou os contratos do goleiro titular Victor Valdés (atualmente sem clube); do meia Cesc Fábregas, que foi para o Chelsea; e liberou o atacante Alexis Sanchez para o Arsenal. Outros jogadores, como o brasileiro Daniel Alves e o atacante Pedro ainda são incógnitas para o time da temporada que vem, e podem ser utilizados como moeda de troca para novas contratações.

Em contrapartida, contatou os goleiros Ter Stegen (ex- Borussia Mönchengladbach) e o chileno Cláudio Bravo, que deve ser o titular na era Luis Enrique, treinador que até temporada passada estava no Celta de Vigo, também da Espanha. Para zaga, o argentino Mascherano teve seu contrato renovado até 2018, e a cara nova é a de Jérémy Mathieu, jogador frânces, que estava no Valência. O que espanta nesta contratação é a elevada idade de Mathieu, com 30 anos o zagueirão procurará seu espaço na sempre vulnerável zaga blaugrana.

No meio campo, Xavi deve permanecer na equipe, apesar de ter ouvido propostas do Oriente Médio e dos Estados Unidos. De qualquer forma, com a chegada de Ivan Rakitic, campeão da Liga Europa, jogando pela Sevilla, o capitão do Barça, até por conta de seus 34 anos, deve perder espaço no time. O Barcelona ainda sonha com a contratação de Marco Reus, mas nas últimas semanas a novela ganhou mais alguns capítulos, pois Arsenal e Manchester City também demonstraram interesse no futebol do craque alemão. A grande contratação, na realidade, foi do ‘mordedor uruguaio’ Luis Suárez para formar o ataque junto com Neymar e Messi. Apesar de todos os seus problemas e distúrbios é um grande jogador e deve ajudar o Barcelona a conquistar importantes vitórias.

640x360_suarez

Luis Suárez foi anunciado pelo Barcelona logo após a Copa do Mundo. Foto: Divulgação/Site oficial do Barcelona

O Atlético de Madrid sofreu um verdadeiro desmanche ao final desta temporada. E o grande vilão desta história é o Chelsea, porque três jogadores colchoneros importantes foram parar no time inglês: o atacante brasileiro, naturalizado espanhol, Diego Costa; o goleirão Courtuois, que já era do Chelsea e só retornou de empréstimo; e o lateral-direito brasileiro Filipe Luis. O atacante David Villa também abandonou o barco e foi para a Major Legue Soccer, atuar pelo New York City. Assim como ele, o meia Diego Ribas (ex-Santos) seguiu seu caminho para o Fenerbahçe, da Turquia.

Outros três jogadores do Atlético de Madrid estão na mira de grandes clubes europeus, ainda. Casos do zagueiro brasileiro Miranda (na mira do Chelsea); e os meio-campistas Koke e Arda Turan (ambos na mira do Barcelona). Em paralelo a esta debandada, existe, obviamente, uma movimentação para remontagem do elenco, já que o croata goleador Mandzukic (ex-Bayern de Munique) acertou contrato por quatro temporadas. Para o gol, foram contratados Moyá (ex-Getafe) e Jan Oblak, goleiro esloveno, que estava no Benfica de Portugal.

Nesta janela de transferências os dirigentes trabalharam e muito. Vamos esperar para ver como os times serão (re)montados efetivamente, mas já dá para saber que a briga será muito boa.

Ainda bem!

Anúncios

Um pensamento sobre “Janela de transferências espanhola pegando fogo

  1. Pingback: Sorteio de grupos da Liga dos Campeões reserva grandes confrontos | Fut 'n' Roll

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s