Futebol

Quem será o novo presidente da CBF?

Ainda neste primeiro semestre de 2014 teremos as eleições para presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF). Por ora, ainda não existem candidatos oficiais, mas já podemos tentar bancar algumas suposições a respeito do tema que é importante para o futuro do futebol brasileiro, em meio aos protestos de melhorias no calendário e fair play esportivo, principalmente, apoiados no Bom Senso F.C.

O queridinho e, infelizmente, favorito é o velho Marco Polo Del Nero – compadre do atual presidente José Maria Marín – que, desde quando me conheço por gente, tem acumulado insucessos presidindo a Federação Paulista de Futebol (FPF). Andres Sanchez, odiado pela maioria dos dirigentes das federações estaduais e cartolas dos clubes, corre por fora, sem muitas perspectivas (graças a Deus!). A chapa de oposição ainda não definiu o candidato, que também pode ser o Francisco Novelleto Neto, presidente da Federação Gaúcha de Futebol (FGF).

Marco Polo Del Nero, presidente da FPF, é um dos favoritos a se eleger presidente da CBF. Crédito - Agência Estado

Marco Polo Del Nero é um dos favoritos a se eleger presidente da CBF. Crédito – Agência Estado

Hoje, ao ler o caderno de esportes da Folha de S.Paulo, me deparei com uma reportagem interessante e que me deu ânimo para acreditar que pode existir uma luz no fim do túnel neste sucateado futebol brasileiro. Ontem (22), em São Paulo, no MIS (Museu da Imagem e do Som), aconteceu a sabatina da Folha sobre a Copa do Mundo com o Raí, ex-jogador da seleção brasileira e campeão em 1994. E ele deu uma declaração interessante: “Uma pessoa que tem esse desejo [de presidir a CBF], mas não para agora porque ele quer uma carreira de técnico, é capaz e inteligente é o Leonardo. Se a gente quer mudança, precisamos de nomes assim, de coragem. No mínimo, as coisas não ficariam iguais”.

Fiquei entusiasmado com a possibilidade, pois Leonardo conquistou uma importante experiência como diretor esportivo do Milan e do PSG e sempre mostrou ser um cara íntegro e antenado, mesmo com alguns episódios que marcaram sua carreira, como àquela cotovelada criminosa na Copa de 1994 e o empurrão num juiz, na França. De qualquer forma, acredito que poderia revolucionar o futebol nacional, sem o vício fatal desses coronéis pré-históricos aqui do Brasil. Outro nome interessante, para nós do Fut’n’Roll, seria o de Zico que também tem uma vasta experiência como dirigente e treinador pelo mundo afora.

Leonardo, ex-jogador, demostrou vontade em presidir a CBF. Crédito - Reuters

Ex-jogador Leonardo demostrou interesse em presidir a CBF no futuro. Crédito – Reuters

O problema é que para alguém diferente conseguir ser eleito seria necessário ter o apoio dos cartolas dos clubes e dirigentes das federações estaduais, que têm comportamento altamente duvidoso, sem falar no poder financeiro das Tv’s, que influenciam diretamente no calendário do futebol nacional. Ou seja, a tarefa é difícil, mas, otimista que sou, acredito de verdade que um dia as coisas devem mudar, mas que vai demorar…ah, isso vai.

Opine!

* Victor Pereira é RP, bom de bola e louco pelo Santos, assina a coluna “Moleque da Vila” no Fut’n’Roll. Seu twitter é o @victor_pereira 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s