Futebol

O batismo de Neymar

O sábado (26) marcou mais um grande duelo entre Barcelona e Real Madrid. Teve tudo o que um grande jogo exige: grandes craques em campo, jogadas espetaculares, golaços e muita polêmica, com direito a reclamações do lado derrotado.

Mais do que isso, a partida realizada no Camp Nou marcou o batismo oficial de Neymar no Barcelona. O atacante já vinha tendo atuações bem elogiadas pelos espanhois, mas faltava aparecer bem em jogo grande. E nada melhor para fazer isso contra o Real Madrid.

Com Messi voltando de contusão, Neymar não decepcionou. Teve liberdade em campo, não ficou travado no lado esquerdo, como nas primeiras partidas pelo Barcelona. E achou o seu espaço no campo, se deslocando da esquerda para o centro. Logo aos 18 minutos de jogo, fez o que Romário, Ronaldo, Rivaldo, Ronaldinho Gaúcho não conseguiram fazer no primeiro jogo contra o Real Madrid pelo Barcelona. Um gol, aproveitando passe de Iniesta e batendo no canto do goleiro Diego López.

Foto: Marca

Foto: AFP

Àquela altura, o Real Madrid estava perdido em campo. Carlo Ancelotti inventou Sergio Ramos como volante e Gareth Bale como centroavante, deixando o time merengue um pouco perdido quando tinha a bola nos pés. Arrumou o erro no segundo tempo com as entradas de Illarramendi e Benzema.

E aí, o jogo ficou equilibrado. E jogos equilibrados são decididos nos detalhes. Em um contra-ataque, Alexis Sanchéz ficou no mano a mano com Varane, enganou o marcador e encobriu DIego López com um belo chute. Golaço.

Foto: Alex Caparros/Marca

Foto: Alex Caparros/Marca

 

Pouco antes, Benzema poderia ter empatado o jogo em outro belo chute, mas a bola escolheu carimbar a trave. Coisas do destino. O jovem Jesé descontou para o Real já nos acréscimos, mas a vaca branca já tinha se deitado.

Foto: Alex Caparros/Marca

Foto: Alex Caparros/Marca

Felicidade blaugrana no primeiro duelo entre as equipes na temporada. Uma felicidade um pouco maior por ver que o protagonista do jogo era um objeto de desejo do rival, Neymar. Era óbvio que o Real Madrid reclamou também da arbitragem, o que só vai colocar mais fogo nos próximos duelos entre as equipes no ano.

Mas o que fica do jogo é a mudança de estilo no jogo do Barcelona. Definitivamente, não é mais aquele time obcecado pela posse de bola. se tornou um time mais veloz, vertical e com uma alternativa além de Messi para ter algo diferente quando necessário. Também fica o fator novidade. Pela primeira vez em muito tempo, Messi e Cristiano Ronaldo entraram em campo e foram apenas discretos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s