Futebol

Missa do Galo

Assim como Thiago Barbieridecretou, o Fluminense garantiu o título brasileiro na noite desta quarta-feira ao vencer o Bahia por 2 a 0 fora de casa. O tricolor carioca fez em Salvador o que fez durante todo o campeonato. Sempre foi um time que flertava com a derrota e na maioria das vezes ia pra cama abraçado com a vitória.

Foto: Nelson Perez/Fluminense. F.C.

Contra o Bahia não foi diferente. Jorginho distribuiu acarajés no vestiário e o tricolor de aço pressionou o Fluminense como se fosse ele, o Bahia, a estar próximo do título.

Até que no começo do segundo tempo, Bruno recebeu a bola na ponta direita, em um contra ataque para o Fluminense. Passou pelos dois marcadores e fez um golaço. Gol que desestabilizou o pobre Bahia, que se tornou uma pilha de nervos. E tomou o segundo de Rafael Sóbis.

Falando em pilhas de nervos, o Atlético Mineiro foi ao Beira-Rio bastante estressado. Boa parte por causa da punição aplicada a Ronaldinho Gaúcho por uma falta que nem o juiz da partida contra o Grêmio deu.

Outra ausência, a do goleiro Victor, deixou o técnico Cuca um pouco mais deprimido do que ele normalmente é. E, com a cara de melancolia daqueles que descobrem que toda a alegria tida nos últimos meses não passou de um SONHO, o treinador viu o Galo ser atropelado pelo time misto do Internacional.

E o fogo brando que deveria levar o Atlético Mineiro ao título há algumas semanas se tornou o fogo da fritura do Galo na frigideira da decepção. E é bom tomar cuidado, porque Grêmio, Vasco e São Paulo já dão farol alto aos mineiros e podem deixar Cuca e companhia sem conhecer as canchas da América Latina em 2013.

Foto: Bruno Cantini/Atlético MG

Enquanto o Atlético Mineiro está em queda, o São Paulo finalmente parece ter achado o seu sistema de jogo e já pode até cobiçar a sonhada vaga na Libertadores via campeonato brasileiro.

Ney Franco manteve o esquema que triturou o Palmeiras no fim de semana, com Osvaldo aberto pela esquerda e Douglas (no lugar de Lucas, conhecendo o mundo com a CBF) pela direita e dois volantes mais pegadores no meio, Wellington e Denílson.

Com isso, o São Paulo conseguiu acuar o Vasco em plena São Januário. E Luís Fabiano fez um no primeiro tempo, Osvaldo, emulando GARRINCHA, fez mais um no segundo e o São Paulo sente o cheiro do bom futebol nas narinas, já fungando no cangote do próprio Vasco.

Classificação do campeonato brasileiro 2012

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s