Futebol

Para o alto e avante

A 13ª rodada do DILMÃO 2012 teve apenas dois times que merecem algum destaque. Afinal, foram quatro placares virgens nos dez jogos disputados, dois deles entre times que brigam pelo topo da tabela (Fluminense x Atlético MG e Internacional x Vasco). E o Grêmio, quarto colocado, foi derrotado pelo Coritiba, que ainda briga para dar tchau à zona do rebaixamento.

Não que São Paulo e Cruzeiro tenham dado um salto expressivo na tabela. Mas os dois times mais BIPOLARES do campeonato aproveitaram a chance para reduzir a distância para os rivais.

No Morumbi, o São Paulo não teve dificuldade para amassar o Flamengo. O rubro-negro carioca apresenta fragilidade em todos os setores, especialmente no ataque. Em toda a partida, os cariocas chutaram uma mísera bola na direção do gol, com o lateral Ramon. Que entrou.

Mas até este momento, a partida já estava 3 a 0 para o São Paulo. Maicon abriu o placar aos 41 do primeiro tempo e depois assistiu ao show de Luiz Fabiano, que marcou aos 46 do primeiro e aos 14 do segundo tempo.

Com os dois gols, Fabuloso já é o sétimo maior artilheiro da história do São Paulo, com 145 gols, um a mais do que Leônidas da Silva.

Foto: Wagner Carmo/VIPCOMM

Apesar disso, o São Paulo jogou bem. A partida foi bem morna e o resultado veio com naturalidade, muito graças a passividade e a ruindade do Flamengo.

Flamengo que até tentou ensaiar uma pressão na parte final do jogo, mas tudo o que conseguiu foi tomar mais um gol nos acréscimos, marcado por Jadson, depois de uma assistência de Luiz Fabiano.

Com o resultado, o São Paulo segue na sétima posição, com 22 pontos. Mas já vê de perto o grupo dos quatro primeiros colocados. Mas antes de vislumbrar uma vaga na Libertadores, Ney Franco ainda precisa fazer o time jogar bola com regularidade. O Flamengo não foi parâmetro para dar otimismo à torcida.

Já o Flamengo chega à quarta partida sem vitória. Dorival Júnior terá que fazer milagre com esse time para evitar uma tragédia que fecharia com chave de ouro a administração Patricia Amorim.

Foto: Wagner Carmo/VIPCOMM

O Cruzeiro teve um pouco mais dificuldade. O Palmeiras tem até motivos pra reclamar da arbitragem, afinal, o pênalti que originou o primeiro gol da Raposa, marcado por Borges, foi na verdade uma falta fora da área.

Foto: Ramon Bitencourt/VIPCOMM

Mas o gol acabou dando moral ao Cruzeiro, que marcou o segundo no começo do segundo tempo.

Aí os mineiros se acomodaram. E o Palmeiras acreditou no jogo. Diminuiu com Barcos, de pênalti e chegou ao empate nos acréscimos, mas o gol foi anulado pelo juiz.

Fato é que, com a vitória, o Cruzeiro chegou ao quinto lugar da tabela, empatado com o Internacional. Nada mau para quem era cotado para disputar uma vaga na série B no começo do campeonato.

Falando em vaga para a série B, é o Palmeiras quem disputa uma por enquanto. O time de Felipão está na zona do rebaixamento, com apenas duas vitórias em treze jogos.

O Botafogo, que venceu o Figueirense no sábado por 1 a 0, poderia até ser incluído como destaque da rodada. Mas um time comandado por Oswaldo de Oliveira não terá NUNCA chance de título.

Resultados da 13ª rodada

Internacional 0 x 0 Vasco
Coritiba 2 x 1 Grêmio
Botafogo 1 x 0 Figueirense
Fluminense 0 x 0 Atlético MG
São Paulo 4 x 1 Flamengo
Bahia 0 x 0 Corinthians
Sport 0 x 0 Atlético GO
Santos 2 x 1 Ponte Preta
Cruzeiro 2 x 1 Palmeiras
Portuguesa 3 x 1 Náutico

Classificação do campeonato brasileiro

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s