Futebol Americano

Não existem mais virgens na NFL

O Miami Dolphins de 1972 já pode celebrar. A campanha perfeita conseguida há 39 anos continuará sendo a única na história da NFL.

Tudo porque a campanha perfeita do Green Bay Packers foi para o saco neste domingo, em Kansas City. Os cabeças de queijo não acordaram num dia inspirado e voltaram para casa derrotados pelo Kansas City Chiefs por 19 a 14.

Milagres existem

Dessa vez, Aaron Rodgers lançou apenas um touchdown e 235 jardas. Nada muito diferente de Kyle Orton, quarterback dos Chiefs, que lançou 299 jardas e viu Jackie Battle correr para um touchdown.

A diferença é que os de Kansas City mandaram 4 field goals para as redes adversárias.

Nada que tire o FAVORITISMO do Green Bay Packers para o bicampeonato. E, sem a obrigação de cumprir uma temporada perfeita, os empacotadores da Baía Verde poderão voltar suas atenções para o DEPARTAMENTO MÉDICO.

Primeira lição: saber cair

A ideia é recuperar até os playoffs peças importantes que se machucaram nas últimas partidas, como o receiver Greg Jennings e os homens da linha ofensiva Bryan Bulaga e Derek Sherrod.

Em situação inversa está o Indianapolis Colts. Sem Peyton Manning, os Colts perderam as 13 primeiras partidas e estavam com toda a pinta de que passariam 2011 totalmente VIRGENS.

Mas neste domingo, mesmo dia da perda da invencibilidade dos Packers, Indianapolis finalmente pôde comemorar uma vitória. A vítima foi o Tennessee Titans. Curiosamente, a última vitória do Indianapolis Colts, em 2 de janeiro deste ano, ainda pela temporada passada, foi justamente contra os Titans, também em Indianapolis.

Freguês tem que ir para o chão

Ainda assim, o jogo foi FEIO. O substituto de Peyton Manning, Dan Orlovsky, lançou míseras 82 jardas e deu apenas um passe para touchdown. Para se ter uma ideia, Matt Hasselbeck, quarterback dos Titans, lançou para 223 jardas e liderou o seu time para 21 primeiras descidas, contra apenas 10 de Indianapolis. Números que apontariam uma derrota dos Colts.

Sua sorte é que o jogo terrestre os Colts estava bom o bastante para garantir a primeira vitória de uma temporada PERDIDA. E no fim das contas, apenas uma estatística importa: a de pontos marcados contra a de pontos sofridos.

Gigantes bipolares

O New York Giants ja mostrou nesta temporada ser capaz de ganhar de qualquer time da NFL. Mas o time também mostra ser capaz de PERDER para qualquer time.

O Big Blue joga num nível diferente a cada semana.  Há sete dias, conseguiram uma virada HEROICA sobre o Dallas Cowboys e passaram a depender somente de suas forças para chegar à pós-temporada.

Mas neste domingo, contra um rival mais fraco, a defesa dos Giants entregou o ouro para o Washington Redskins. Eli Manning ficou exposto e lançou três interceptações.

Não vai a lugar algum

O ataque também não foi muito digno de elogios. Os recebedores não se acertaram com o quarterback e a produção ofensiva não foi SATISFATÓRIA.

Com isso, os peles-vermelhas da capital fizeram a felicidade da sua torcida e venceram com tranquilidade por 23 a 10.

Bom para o Dallas Cowboys, que venceu o Tampa Bay Buccaneers fora de casa e assumiu a liderança da conferência leste da NFC.

Hello playoffs

Classificação da NFL

Como seriam os playoffs se a temporada terminasse hoje

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s